Papo de Mãe
Papo de Mãe
» SEGURANÇA INFANTIL

6 cuidados que deixam a brincadeira ao ar livre mais segura

A prevenção é fundamental para evitar acidentes com crianças. Saiba sobre os cuidados para brincadeiras ao ar livre

Erika Tonelli* Publicado em 19/10/2021, às 14h35

Brincadeiras ao ar livre precisam de supervisão para evitar acidentes
Brincadeiras ao ar livre precisam de supervisão para evitar acidentes

A chegada da primavera é um convite para passeios e muita diversão ao ar livre, sem esquecer das medidas sanitárias para evitar a Covid-19. Também é uma oportunidade para pais, responsáveis ou cuidadores estreitarem os laços com as crianças e adolescentes ao passarem um tempo de qualidade com eles, envolvendo-se nas brincadeiras e compartilhando experiências.

Assista ao Papo de Mãe sobre primeiros socorros

Para curtir esses momentos com segurança, além de promover entornos seguros e protetores, confira alguns cuidados que podem evitar acidentes em ambientes externos:

  1. Tenha certeza de que a criança será supervisionada por um adulto enquanto joga, brinca ou se diverte em áreas externas.
  2. Conheça os parquinhos onde as crianças brincam. Saiba quais os equipamentos apropriados para a idade delas e verifique se os brinquedos do parquinho estão enferrujados, quebrados ou contêm superfícies perigosas.
  3. Escolha lugares abertos e longe de fios elétricos para soltar pipas.
  4. Ao andar de bicicleta, skate ou patins, as crianças devem sempre usar os equipamentos de segurança adequados (capacete, cotoveleiras e joelheiras). Além disso, certifique-se que esse tipo de brincadeira aconteça em locais seguros, como parques, ciclovias e praças, fora do fluxo de carros e longe de piscinas e sacadas.
  5. A desidratação é sempre preocupante. Cuide da hidratação das crianças.  Garanta que elas bebam a quantidade adequada de líquido antes, durante e depois da prática esportiva.
  6. Ensine as crianças que elas nunca devem correr para a rua sem antes parar e olhar se vem carro, seja para pegar uma bola, pipa ou por qualquer outra razão.

Veja também

Lembre-se: mesmo com o avanço da vacinação e diminuição dos casos de covid-19, ainda é recomendado manter os cuidados de prevenção da doença, como o uso de máscaras (para maiores de 2 anos), higienização frequente das mãos e distanciamento.

*Erika Tonelli é coordenadora geral do Instituto Bem Cuidar, unidade meio da Aldeias Infantis SOS para gestão do conhecimento e responsável pela continuidade do legado da ONG Criança Segura.

ColunistasErika Tonelli