Papo de Mãe
Papo de Mãe
» TIRANDO DÚVIDAS

O que é um plano de parto?

A ginecologista e obstetra Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe fala sobre o que é plano de parto, a humanização do parto e quais as vantagens disso

Papo de Mãe Publicado em 22/04/2021, às 00h00

Especialista tira dúvidas em torno do plano de parto. Você sabe o que é?
Especialista tira dúvidas em torno do plano de parto. Você sabe o que é? - (Foto: Daniel Reche - Pexels)
O parto, sempre que possível, deve ser determinado pelo desejo da gestante. Ela coloca no plano de parto tudo aquilo que vai querer, ou não, no parto. É um direito da grávida fazer essas opções.

Quando um parto é humanizado não significa que ele seja um parto natural e tenha que acontecer em ambiente alternativo, fora do ambiente hospitalar. É possível também ter um parto humanizado mesmo numa cesárea, se ela for necessária e num hospital/maternidade.

“Fazer um parto humanizado é fazer com que ele seja o mais acolhedor possível”, explica a ginecologista e obstetra Ligia Santos, que ressalta a importância de combater a violência obstétrica.

Os protagonistas do momento do parto devem ser a mãe e o bebê e a humanização vai além da hora do parto: ela começa no processo de planejamento, que é o “Plano de Parto”.

Dra. Ligia Santos é colunista do Papo de Mãe

O parto, sempre que possível, deve ser determinado pelo desejo da gestante. Ela coloca no plano de parto tudo aquilo que vai querer, ou não, no parto. É um direito da grávida fazer essas opções. A prefeitura de São Paulo, por exemplo, oferece na internet um formulário de plano de parto que pode ser preenchido pela futura mamãe.

A Casa Angela, uma das mais tradicionais casas de parto de São Paulo, também disponibiliza um plano de parto para ser preenchido. Clicando aqui você tem acesso ao formulário de plano de parto em tempos de Covid-19 da Casa Angela.

O que colocar no plano de parto

A Dra. Ligia Santos destaca alguns ítens que devem constar do plano de parto, para que as intervenções sejam as mínimas possíveis num parto humanizado:

  • escolha de como a bolsa deve ser rompida
  • impor limites aos exames de toque na hora do nascimento
  • se aceita ou não medicamentos para acelerar o processo do parto ou deixar o mais natural possível
  • escolha da posição e do local da hora do parto (cama, banheira, chão, chuveiro…)
  • escolha do acompanhante
  • escolher se quer se movimentar e comer no processo de trabalho de parto
  • escolha de uma música para a hora do parto ou ítens como um incenso com um cheiro especial
  • optar por óleos, massagem, banho
  • permissão ou não para episiotomia (incisão do períneo)

A humanização e o plano de parto continuam após o nascimento do bebê:

  • pontuar a vontade de ter o contato pele a pele assim que o bebê nasce
  • amamentar logo após o nascimento
  • se o bebê estiver bem ele não precisa ser examinado e pode ficar com a mãe
  • não dar banho no bebê nas primeiras 12 horas
  • escolher quem vai cortar o cordão umbilical e em que momento
  • como a placenta será retirada
  • o bebê vai receber colírio de nitrato de prata ao nascer ou alguma vitamina?

Assista ao vídeo da Dra.Ligia Santos explicando o Plano de Parto

Caso a gestante na hora do parto não consiga seguir adiante com seu plano de ter um parto natural, Dra. Ligia explica que sempre é possível um plano B: colocar no plano de parto tudo o que você aceita ou não no caso de uma cesariana e também todos os seus desejos após o nascimento: “Também é possível uma cesárea humanizada”, diz a médica.

A equipe que recebe a mulher em trabalho de parto deverá fazer o possível para colocar o plano dela em ação. Nem sempre isso será possível por causa de intercorrências que podem acontecer. Mas é importante que a mulher já tenha deixado todas as indicações com antecedência, pois é difícil para a gestante tomar algumas decisões na hora.

Lembrando que as casas de parto recebem apenas gestantes de baixo risco, de acordo com a Dra. Ligia Santos.

Assista ao Papo de Mãe sobre o parto




ColunistasDra.Ligia SantosDireitos da mulherBebêHomeGravidezO PartoPrimeira InfânciaVídeos