Papo de Mãe
Papo de Mãe
» SAÚDE MENTAL

Equilíbrio emocional na pandemia

A especialista em desenvolvimento humano Stella Azulay fala sobre os casos de depressão e ansiedade que têm aumentado na pandemia: “Precisamos estar atentos aos sinais que nossos filhos e filhas apresentam”

Papo de Mãe Publicado em 30/04/2021, às 00h00 - Atualizado às 12h50

Especialista fala sobre a saúde mental em tempos de pandemia da Covid-19
Especialista fala sobre a saúde mental em tempos de pandemia da Covid-19 - (Foto: Karolina Grabowska - Pexels)
Depressão e ansiedade precisam ser tratadas porque podem até colocar crianças e adolescentes em risco, como em situações de automutilação e de suicídio.

Já entramos no segundo ano de pandemia e de incertezas e isso tem abalado a saúde mental da população. Mas como manter nosso equilíbrio emocional e o dos nossos filhos e filhas?

A especialista em desenvolvimento humano Stella Azulay, da Escola de Pais XD, explica que ansiedade e depressão estão aumentando demais e os pais precisam conseguir identificar alguns sinais, para conseguir perceber o que é tristeza e o que são comportamentos preocupantes.

Para a psiquiatra Danielle H. Admoni, que participa da Escola de Pais XD, a ansiedade e a depressão se manifestam de maneiras diferentes na infância e na adolescência. A criança costuma apresentar algumas mudanças de comportamento, e até alguma regressão, como voltar a ter escapes de xixi. No caso dos adolescentes, podem acontecer mudanças bruscas no comportamento social, problemas de sono e alterações nos hábitos alimentares: todos são alguns sinais de alerta.

Ao notar estes sinais, é importante procurar profissionais da área de saúde mental e pedir ajuda. Está difícil também para pais e mães, e fica ainda mais complicado conseguir ajudar nossos filhos e filhas.

Veja as orientações da Stella Azulay, da Escola de Pais XD,  no vídeo

Depressão e ansiedade precisam ser tratadas porque podem até colocar crianças e adolescentes em risco, como em situações de automutilação e de suicídio.

@stellaazulay @escoladepaisxd

Veja também

Você se lembra de dizer “Eu te amo”?

A privacidade de filhos e filhas




ColunistasStella AzulayFamíliaHomePandemiaAdolescenteCriançaPrimeira InfânciaVídeos