Papo de Mãe
Papo de Mãe
» PANDEMIA

Covid-19: Por que as pessoas com deficiência ainda não têm prioridade para tomar a vacina?

Especialistas defendem que grupos com deficiência tenham prioridade para tomar a vacina contra a covid-19

Thaíssa Alvarenga* Publicado em 17/12/2020, às 00h00 - Atualizado em 19/01/2021, às 10h48

Imagem Covid-19: Por que as pessoas com deficiência ainda não têm prioridade para tomar a vacina?

A covid-19 tomou conta de 2020. A esperança, para o ano que está chegando, é que a vacina seja uma realidade e esteja ao alcance de cada cidadão do mundo. Enquanto o desejo não é atendido, seguimos priorizando a prevenção e os cuidados para manter o vírus longe. Uma realidade difícil, que afetou a economia, a rotina de todos e os relacionamentos de forma geral. 

Isso tudo ganha dimensões gigantes quando falamos sobre crianças com deficiências. De acordo com o relatório do jornal acadêmico Annals of Internal Medicine, quem tem a Trissomia 21 (Síndrome de Down), por exemplo, apresenta dez vezes mais risco de morrer de covid-19, em comparação àquelas fora dessa condição. 

Thaissa Alvarenga e o filho Chico, que tem síndrome de down
Thaissa Alvarenga e o filho Chico, que tem síndrome de Down

Outro dado alarmante: os cientistas também descobriram um risco quatro vezes maior de internações relacionadas ao novo coronavírus para quem tem a síndrome. 

Veja também:

A análise envolveu mais de oito milhões de adultos que faziam parte de um projeto de avaliação de risco do novo coronavírus. Dos 8,2 milhões de pessoas no estudo de rastreamento, 4.053 tinham Síndrome de Down. Destas, 68 morreram e 40% dos óbitos foram causados pela covid-19. Do total, 17 morreram de pneumonite e as demais, de outras causas. 

A Síndrome de Down – ou qualquer outra deficiência – não está sendo tratada com a importância que merece pelo próprio Ministério da Saúde, que não contempla as pessoas com deficiência como grupo prioritário em nenhuma das fases de vacinação.  

Antonio Carlos Sestaro, presidente da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down, trissomia do 21 (Síndrome de Down) escreveu ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para que o Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a covid-19 considere a pessoa com a deficiência nos grupos prioritários de vacinação, por se tratar de pessoas vulneráveis à doença causada pelo vírus, como demonstram estudos nacionais e internacionais. Várias outras entidades estão se mobilizando para que isso seja revisto. 

Eu sou uma empreendedora social que está à frente da ONG Nosso Olhar e apoio esse pedido ao Ministério da Saúde. As pessoas com deficiência, como a Síndrome de Down, precisam ter assegurado o direito à vida. A ciência deixa bem claro quem são os que mais precisam da vacina. Só assim 2021 será realmente um Ano Novo. 

*Thaíssa Alvarenga é fundadora da ONG Nosso Olhar

Confira o episódio do Inclua Mundo sobre a campanha de vacinação contra a covid-19 imediata para as pessoas com síndrome de Down:


Thaissa AlvarengaInclusãoPandemiaSaúde