Papo de Mãe
Papo de Mãe
» INFERTLIDADE

Como descobrir e tratar a infertilidade do casal?

A ginecologista e obstetra Ligia Santos explica que o homem e a mulher precisam fazer exames para descobrir a causa da infertilidade e tratar

Mariana Kotscho* Publicado em 23/07/2021, às 07h00

Dra.Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe
Dra.Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe

Como saber se um casal é infértil? Quando um casal não consegue engravidar, os dois precisam ser avaliados. Metade dos casos de infertilidade são por causas femininas, a outra metade, por causas masculinas em em 10% dos casos não se consegue definir a causa.  Quando a gravidez não acontece, os dois precisam ser avaliados. 

Causas masculinas

Essas causas normalmente são ligadas à malformação e/ou mobilidade  dos espermatozóides. Pode ser baixa produção de espermatozóides, mobilidade ruim ou morfologia com problemas (formato).

Causas femininas

As causas femininas são mais complexas e variadas. Podem ser problemas em relação à cavidade uterina, alteração nos orgãos genitais, problemas na ovulação, metabólicos, inflamatórios, endometriose (uma das principais causas de infertilidade), imunológicos e outros. 

Chances de engravidar

Normalmente há 20% de chance um casal jovem engravidar a cada ciclo menstrual da mulher e  após um ano, 90% dos casais com menos de 35 anos conseguem engravidar, mantendo uma média de 3 relações por semana.

Após os 30 anos, a fertilidade começa a cair 9% ao ano e a partir dos 35 anos, se a gravidez não acontecer após 6 meses de tentativas, vale a pena procurar ajuda médica para o casal fazer exames de avaliação. Há diversos exames a serem feitos, tanto para os homens quanto para as mulheres.

Veja também

Dependendo do problema de fertilidade identificado, antes de partir para a técnica de fertilização in vitro, um tratamento mais caro e complexo, há outras opções como o coito programado e a inseminação artificial (indicados de acordo com a cusa da infertilidade). Para a mulher, a idade conta muito pois os óvulos envelhecem e assim as chances de engravidar diminuem. A médica lembra que, neste caso, se ela for adiar a maternidade, vale a pena pensar no congelamento de óvulos. Segundo a Dra. Ligia Santos, a idade ideal máxima para congelar os óvulos é 37 ou 38 anos.

*Mariana Kotscho é jornalista

ColunistasDra.Ligia Santos