Papo de Mãe
Papo de Mãe

Sutiã que permite a retirada do leite materno sem o uso das mãos chega ao Brasil

  Que atire a primeira pedra a mulher com bebê em casa que nunca se imaginou fazendo outra coisa enquanto esperava a bomba retirar o leite!

Roberta Manreza Publicado em 06/10/2020, às 00h00 - Atualizado às 14h03

None
6 de outubro de 2020


Por Dra. Fernanda Catharino* e Lansinoh**

Sutiã garante muito mais praticidade ao cotidiano das mães

Que atire a primeira pedra a mulher com bebê em casa que nunca se imaginou fazendo outra coisa enquanto esperava a bomba retirar o leite! Pois é, essa tarefa, que em alguns casos precisa ser feita mais de uma vez por dia, demanda tempo e paciência, pois a pessoa tem que ficar parada enquanto o aparelho suga o leite materno. E ainda é bem desconfortável ficar segurando a bomba contra os seios. Para resolver essa questão, a Lansinoh, famosa por sua pomada de lanolina HPA indicada para hidratar e proteger mamilos rachados e doloridos por causa da amamentação, trouxe para o Brasil um sutiã que permite que a bomba seja presa a ele e a extração feita deixando as mãos livres para trocar o filho, cozinhar, trabalhar ou fazer qualquer outra coisa, proporcionando praticidade e ganho de tempo.

Ao contrário do que muita gente pensa, as bombas tira-leite não são indicadas apenas para retirar o líquido para que ele seja armazenado e oferecido ao bebê quando a mãe não estiver por perto. Elas também são bem-vindas quando a mama fica muito cheia e, por essa razão, o pequeno tem dificuldade para pegar o mamilo (complexo mamilo-areolar) adequadamente ou quando ele é prematuro e ainda não consegue mamar diretamente no peito. Existem ainda outras situações nas quais elas são boas aliadas das mulheres: no caso daquelas que estão produzindo pouco leite e por isso precisam de uma estimulação extra e daquelas que tem muito leite e, às vezes, precisam retirar o excesso da bebida, evitando o desconforto e o risco de desenvolver mastite, uma inflamação nas glândulas mamárias provocada pelo acúmulo da bebida. “Isso sem falar que o excesso da bebida estocado na mama faz com que o organismo entende não ser necessária uma produção que acompanhe cada vez mais a demanda do bebe”, acrescenta a pediatra Dra. Fernanda Catharino, consultora de amamentação.

*Sobre a Dra. Fernanda Catharino

Médica Pediatra Geral pela escola médica da PUC-Rio e titulada pela Sociedade Brasileira de Pediatria, consultora em Amamentação e pós-graduada em Nutrição Materno-Infantil pela Fapes – SP. Experiência em UTI neonatal de alta complexidade, salas de parto, pediatria ambulatorial, Puericultura Preventiva e Integrativa.

**Sobre a Lansinoh

Número 1 nos Estados Unidos, a marca Lansinoh foi desenvolvida há mais de 35 anos. Criando produtos de alta qualidade, a empresa chegou ao Brasil trazendo a pomada de lanolina HPA, indicada para hidratar e prevenir fissuras mamilares. Por ser 100% lanolina pura e não apresentar conservantes, principalmente o BHT, ela é segura para a mãe e o bebê, e não precisa ser retirada para amamentar. A Lansinoh também oferece uma linha completa para amamentação, como absorventes para seios, sacos para armazenar leite materno, bombas extratoras de leite, compressas terapêuticas, entre outros.



DicasHome