Papo de Mãe
Papo de Mãe

Menino não vacinado é o primeiro caso de difteria em Espanha desde 1986

Roberta Manreza Publicado em 10/06/2015, às 00h00 - Atualizado às 16h09

None
10 de junho de 2015


A criança de seis anos deu entrada no hospital com dores de cabeça, febre e uma amigdalite que não o deixava engolir.

por DN.pt

O menino diagnosticado com difteria em Espanha não era vacinado contra a doença.

O menino diagnosticado com difteria em Espanha não era vacinado contra a doença.Fotografia © DR

Um menino de seis anos que foi diagnosticado com difteria em Espanha é o primeiro caso da doença registado no país desde 1986. O jornal El País avança que a criança não estava vacinada contra a difteria, erradicada em Espanha há quase trinta anos.

O menino deu entrada no hospital de Olot, na região espanhola de Girona, mas após o diagnóstico foi transferido para um hospital de Barcelona, onde se encontra nos cuidados intensivos. De acordo com o El País, a criança sofria de mal-estar geral, assim como febre alta, dores de cabeça, e amigdalite.

A Sociedade Espanhola de Vacinologia estima que a vacinação sistemática das crianças alcance mais de 90 por cento das crianças.

A difteria é uma doença infecciosa, transmitida através do ar pelas vias respiratórias, que afeta especialmente as crianças e os idosos. Uma em cada dez pessoas com difteria acaba por morrer da doença.

Em Portugal, o último caso de difteria registou-se em 1993, e a doença é considerada erradicada no país. A vacina contra a difteria faz parte do Programa Nacional de Vacinação desde 1965.




HomeNotíciasSaúde