Papo de Mãe
Papo de Mãe

LIBERDADE VIGIADA: Dicas para controle dos filhos na Internet

pmadmin Publicado em 24/04/2012, às 00h00 - Atualizado em 19/09/2014, às 19h34

None
24 de abril de 2012


* Por Marcos Ferreira As crianças de hoje tem acesso cada vez mais cedo à Internet e, consequentemente, às redes sociais, exigindo dos pais, uma dedicação maior para compreender as atividades online de seus filhos e estabelecer regras apropriadas.

Neste artigo, apresento algumas dicas que podem ser aplicadas no cotidiano, sem deixar de lado, o uso de softwares que ajudam a monitorar e implementar regras mais rígidas. Esse tipo de software, conhecido como “Controle de Pais”, oferece uma melhor combinação para proteger as crianças online, determinando o tempo que é permitido o uso do computador, bloqueando sites com conteúdo impróprio, dentre outras funcionalidades. Confira abaixo algumas dicas que já irão ajudar:

Uso do Computador

Os pais precisam determinar a quantidade adequada de tempo on-line para cada criança. Isso pode significar apenas alguns dias da semana, algum tempo extra nos fins de semana ou impor um tempo definido durante a noite.
Oriente seus filhos a nunca passar informações pessoais online e não responder a mensagens de pessoas que não conhecem. Enquanto estão online, observe. Se possível, mantenha os computadores da família em áreas abertas.
Explique claramente o que é um comportamento apropriado e insista que essas regras sobre a Internet sejam aplicadas em casa e na escola.

Facebook

– Organize seus amigos em “Listas”, isso irá facilitar o controle de privacidade que cada pessoa poderá visualizar;
– Em “configurações de privacidade”, escolha o nível “personalizado”, você terá um controle maior e poderá adicionar as listas criadas anteriormente;
– Em “como conectar”, você pode restringir como as pessoas podem te encontrar;
– Na opção “Perfil” e “Marcação”, existem configurações importantes, como quem pode publicar no seu mural e as marcações feitas em fotos;
– Álbuns de fotos: nas configurações dos álbuns, existe a possibilidade de restringir o acesso a certas pessoas ou manter o conteúdo privado. Neste caso,  a pessoa poderá adicionar as listas criadas anteriormente para fazer um controle;
– Procure usar senhas fortes, que tenham caracteres com letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

Alguns cuidados simples podem aumentar consideravelmente a sua segurança e a dos seus filhos online. Porém, o uso de softwares para se obter um controle maior, se torna indispensável.  Procure sempre a ajuda de um especialista de confiança que seja ético, pois o mesmo deverá explicar o funcionamento da ferramenta (como ativar e desativar) e também deve garantir que nenhuma informação pessoal obtida através do uso dessas ferramentas será divulgada. Na dúvida, não use!

Marcos Ferreira é especialista em segurança da informação na TrustSign Certificadora Digital e participou como convidado do Programa Papo de Mãe sobre LIBERDADE VIGIADA exibido em 22.04.2012.




Diversos