Papo de Mãe
Papo de Mãe

Parto: relato de telespectadora

pmadmin Publicado em 24/09/2013, às 00h00 - Atualizado em 19/09/2014, às 19h25

None
24 de setembro de 2013


Pessoal, vejam que graça o relato que a Sidneia Santos, do Rio de Janeiro – RJ, mandou para a gente sobre como o pequeno Theo veio ao mundo. Obrigada, Sidneia, que vocês tenham muita saúde e muitas alegrias durante a vida inteira!!!—

Me casei no dia 6/7/8. Como achei a data bonitinha, gostaria que meu filho também nascesse numa data assim, principalmente quando soube que completaria 37 semanas no dia 13/12/11.


Minha última consulta na GO (que na verdade era pra ser a penúltima) foi no dia 10/12/11. Por causa de problemas de saúde, eu tinha que fazer cesárea mesmo, então a GO marcou o parto para 28/12, com medo de acontecer algum infortúnio nas vésperas do fim de ano (eu completaria 40 semanas no dia 06/01/12).Conversei com ela sobre minha vontade de ter meu filho no dia 13, mas ela disse que não, que estava muito cedo, que ele não estaria muito formado ainda e que dia 28 ele estaria com 39 semanas, mais formadinho, enfim. Me conformei com a data e fui embora. Era uma sexta-feira.

Na segunda-feira, dia 12, fui trabalhar normalmente e avisei ao meu chefe que não iria no dia seguinte, dia 13, porque queria aproveitar o sol para lavar as roupinhas do bebê. Tinha chovido muito ultimamente e eu ainda não havia organizado as roupas porque no meu ap não dá pra secar. Então na terça, 13/12/11, fui na drenagem pela manhã, passei na farmácia na volta e comprei alguns itens da lista que estavam faltando. Fui para casa e lavei todas as roupinhas. O sol estava quente e secaram rápido. À noite meus vizinhos me convidaram para comer uma pizza com refrigerante que eles haviam pedido. Não vi problemas, afinal fiquei a gravidez inteira sem tomar refrigerante e um copinho só não ia fazer mal né? rsrsrs
Lá pelas 23h comecei a me organizar para dormir. Meu marido já estava deitado e quando eu saí do banho fui até o outro quarto pegar um creme. Quando passei pela sala, de volta para o meu quarto, senti o chão molhado. Acendi a luz e vi uma poça d´água no chão. Abaixei, passei a mão e cheirei. Não tinha cheiro de nada, era água pura mesmo. Minha bolsa havia estourado justamente no dia em que eu queria que meu bebê nascesse, 13/12/11. Acordei meu marido e liguei pra a médica. Como não estava sentindo dor ela disse que eu não precisava ir imediatamente para o hospital, podia esperar amanhecer. Pra mim foi ótimo porque tive tempo de passar as roupinhas, arrumar a bolsa e o quartinho na madrugada. O Theo nasceu dia 14/12/11, perfeito, com apgar 9/10. Mas instinto de mãe não falha né? Se tivesse agendado o parto para o dia 13 ele seria tão saudável quanto. Sou a mãe mais feliz e realizada. A data agora nem importa mais!Por Sidneia SantosFotos: arquivo pessoal


Diversos