Papo de Mãe
Papo de Mãe

ABRA – Associação Brasileira de Asmáticos

pmadmin Publicado em 17/03/2011, às 00h00 - Atualizado às 18h04

17 de março de 2011


Educar para vencer a Asma, esse é o lema da ABRA  – Associação Brasileira de Asmáticos De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) calcula-se que aproximadamente 10% da população seja portadora da asma. Apesar disso, pouco se é divulgado a respeito da doença, seus tratamentos e cuidados. Com o objetivo de trazer informação, desmistificar a asma e quebrar preconceitos, no ano de 2000, foi fundada em São Paulo, a sede da ABRA – SP (Associação Brasileira de Asmáticos- Regional São Paulo). A ABRA-SP promove palestras, jornadas, informativos, seminários e workshops, todos com o intuito de esclarecer e orientar não só os portadores da doença e seus familiares, mas também de como lidar e tratar a asma para a melhoria da qualidade de vida. O tratamento adequado, além de proporcionar o controle da doença é capaz de reduzir custos médicos e hospitalares. Contribuir com temas, informações relevantes e de utilidade pública fazem toda a diferença. Afinal, a asma ainda não tem cura, mas os estudos científicos comprovam que o tratamento adequado ajuda o paciente a conviver com a doença, ganhando total qualidade de vida. Para mais informações, acesse: www.abrasaopaulo.org.brA seguir selecionamos as dúvidas mais recorrentes relacionadas à asma. O conteúdo é do site da ABRA-SP.  Vale a pena conferir. 1. O que é Asma? É uma doença pulmonar inflamatória crônica, com episódios recorrentes de : falta de ar, tosse crônica, chiado e aperto no peito, que se agrava à noite e nas primeiras horas da manhã. A gravidade da asma varia de pessoa a pessoa, daí a classificação de leve, moderada e grave.2. O que causa asma? Vários são os fatores desencadeantes ou agravantes tais como: Alérgicos ( pó domiciliar, ácaros, fungos, polens, pêlo e saliva de animais); Infecção respiratória viral; Irritantes (fumaça em geral e principalmente de cigarro, poluição do ar, aerossóis etc.) variação climática como exposição ao frio; alteração emocional; medicamentos (aspirina, anti-inflamatório não hormonal, beta-bloqueadores); e exercícios. Alguns pacientes asmáticos podem apresentar história familiar de asma e ou rinite.3.Quem tem asma? A Organização Mundial de Saúde avalia que entre 100 a 150 milhões de pessoas no mundo tem asma e este número está aumentando. A asma é um problema de saúde pública em paises desenvolvidos e em desenvolvimento. A asma ocorre em todas as idades e todas as raças, entretanto é mais comum na infância. É a doença crônica mais comum que causa ausência na escola.4. Como diagnosticar a asma? Uma história clinica bem feita, pesquisando os sintomas de tosse, falta de ar, chiado e aperto no peito ou desconforto torácico; tentando identificar os fatores desencadeantes ou agravantes alérgicos ou não, tais como: pó, ácaros, pêlo de animais, fumaça de cigarro, poluição, cheiros de produtos químicos, variação de temperatura, exercícios físicos, alteração emocional. O exame físico pode ser totalmente normal nos pacientes fora de crise. Nas formas mais graves da doença podemos encontrar o tórax deformado.5. Como tratar a asma? O tratamento da asma é um programa de parceria do médico e o paciente e, ou seus familiares.Orientar o paciente e, ou seus familiares a identificar e evitar os fatores agravantes e desencadeantes especialmente no ambiente domiciliar.Educar e orientar o paciente e, ou seus familiares sobre sua doença para que possa entender o processo de inflamação e a broncoconstrição (estreitamento do brônquico), diferenciando os dois tipos de medicamento. Os de alívio imediato que são os brocodilatadores, os que agem na inflamação e os antiinflamatórios inalatórios para tratamento de manutenção.Ensinar ao paciente a usar adequadamente a medicação 6. Depois de correr na esteira começo a sentir falta de ar e preciso parar, por quê? Exercícios intensos realizados por pessoas pouco treinadas pode desencadear a asma. Provavelmente o esforço esta muito acima do seu condicionamento físico, você deve procurar manter um controle, intensidade de exercício adequada para evitar a crise de asma.7. Minha Asma irá melhorar se praticar natação? Com certeza, não só a natação, mas qualquer atividade aeróbia promove a melhora do sistema cardiorespiratório, diminuindo o número de crises com a sua intensidade.8. Quem fuma pode desenvolver Asma? Não, o ato de fumar não torna a pessoa asmática. A asma é uma doença que provavelmente, tem uma base genética, isto é, a pessoa nasceria com uma alteração dos seus genes, o que poderia predispô-la a ter crises de falta de ar e chiado. Assim, a pessoa nasceria com uma predisposição à ter a doença e as crises poderiam ser desencadeadas em qualquer época da sua vida ( a maioria das pessoas tem a primeira crise antes dos 3 anos ), dependendo dos estímulos a que estivesse submetido ( cheiros fortes, infecções virais, fumaça ). Assim, apesar do cigarro não levar a pessoa a ser asmática, por outro lado, em pessoas asmáticas a fumaça do cigarro é um dos fatores desencadeantes de crises e por isso o tabagismo deve ser evitado.9. O asmático pode desenvolver enfisema Pulmonar? Não. Asma é uma doença inflamatória crônica com fundo genético, com crises de contração do brônquio levando à falta de ar, sendo reversível. Enfisema é uma doença desencadeada principalmente pelo uso do cigarro, caracterizada por lesão das paredes dos alvéolos, sendo irreversível. Então, elas são duas doenças distintas. Só 5% dos pacientes asmáticos apresentam sintomas contínuos, necessitando o uso crônico de corticóides e drogas broncodilatadoras, assemelhando-se ao quadro de falta de ar crônica que os enfisematosos tem( que é chamada de doença pulmonar obstrutiva crônica ou DPOC). 10.O que é o AntiIgE? É uma nova terapêutica para alguns pacientes asmáticos. A IgE ( ou imunoglobulina E ) é o anticorpo responsável pela reação alérgica. A reação alérgica acontece quando a IgE se liga ao antígeno causador de alergia que podem ser alimentos, ácaros, pólens ou proteínas de animais domésticos ( cão, gato… ), ou outras substâncias que atravessam as mucosas digestivas ou respiratórias. Após a ligação da IgE com o antígeno começa a reação alérgica com a liberação de histamina e outras substâncias químicas pelas células ligadas à IgE( mastócito e basófilo ). A histamina e as outras substâncias químicas são as que provocam os sintomas alérgicos como tosse, chiado no peito, falta de ar, coriza, espirros, vermelhidão e coceira na pele. A anti-IgE é uma nova forma de tratamento de doenças alérgicas. A anti-IgE se liga à IgE no sangue e previne a liberação de histamina e a reação alérgica. Mais de 500 pacientes com rinite alérgica e mais de mil pacientes com asma já foram tratados, em diversos centros de pesquisas, com anti-IgE. A anti-IgE é administrada via subcutânea a cada duas a quatro semanas dependendo do peso do indivíduo e da quantidade de IgE total no sangue antes do tratamento. O tratamento com anti-IgE já foi aprovado pelo Ministério da Saúde para utilização no Brasil. Está é uma nova terapia promissora, que se aplica para os portadores de asma grave. Os estudos com a anti-IgE na asma mostraram que, quando se interrompem as injeções da nova terapêutica, a IgE no sangue lentamente retorna aos níveis anteriores. Nós lembramos que para os pacientes com asma leve e moderada, os corticóides inalatórios são uma excelente opção para tratamento, já estando no mercado há muitos anos e custando menos do que deverá custar a anti-IgE. Em vista do alto preço do medicamento, o Laboratório que comercializa o anti-IgE ( nome comercial: Xolair ) está fazendo contatos com vários Convênios de Saúde para que estes possam pagar a medicação. Além disso, como há a necessidade que a sua aplicação seja em ambiente hospitalar, o Laboratório está incentivando o desenvolvimento de centros de aplicação de Anti-IgE. 11 . Qual o principal agente causador de alergias respiratórias? Sem dúvida o ácaro é o maior responsável pelas alergias respiratórias. O ácaro é um bichinho muito pequeno que vive na poeira acumulada dentro dos ambientes domésticos, invisível à visão normal, alimenta-se da descamação de pele humana e de animais, e restos de alimentos, é encontrado em quantidades que podem chegar a 2000 por grama de poeira doméstica. Os locais onde eles residem são: travesseiros, camas e colchões, estofados, bichos de pelúcia, carpetes, estantes de livros, cortinas….. 12 . Como os ácaros estão em toda a parte, de que forma podemos amenizar sua ação? Devemos concentrar a limpeza da casa, por exemplo, no quarto de dormir, na sala, escritório, biblioteca e salas de TV, onde o alérgico passa a maior parte do tempo. Para a limpeza, devemos usar aspirador de pó e pano úmido. 13 . O que podemos fazer para evitar o pó de casa? Medidas simples são fundamentais para diminuir o contato com o ácaro e o pó doméstico. È claro que não podemos evitar totalmente a poeira, nem combater completamente os ácaros, mas através de medidas simples de controle ambiental, onde vive o alérgico, pode-se diminuir bastante a quantidade de ácaros e pó.Aí vão algumas dicas interessantes que podem ajudar muito no controle ambiental:-Deixe o ambiente do convívio diário, principalmente o quarto, bem limpo e arejado.-A limpeza deve ser diária com aspirador (de preferência que tenha o Filtro HEPA) e pano úmido, sem produtos com cheiro forte.-Não usar vassouras, pois espalham a poeira fina, que ficará em suspensão e voltará a se depositar.-Retire tapetes, carpetes, cortinas, almofadas, estantes com livros, enfim, tudo que facilite o acumulo de pó.-Encapar colchões e travesseiros com tecido específico, que constituirão uma barreira física contra o ácaro, são também de grande valia.-Evite animais dentro de casa. 14 . Estou grávida, posso ter um filho com Asma? Pode. Se a mãe OU o pai da criança forem asmáticos ou forem portadores de rinite alérgica ou ainda alergia de pele, as chances aumentam. Se a mãe E o pai forem portadores dessas doenças as chances são maiores ainda. Isso não quer dizer que não podemos ter pai ou mãe com estas doenças e o filho não ter absolutamente nada ou filhos de pais sem qualquer doenças ter asma. Estatisticamente as chances são maiores.15. Posso tomar medicação para minha asma nos três primeiros meses de gravidez? Não só pode como deve. Principalmente quando esses medicamentos é que estão controlando sua asma adequadamente. Agora, qual o medicamento que voce deve ou pode tomar, deve ser decidido pelo seu médico. … Para continuar lendo sobre as principais dúvidas sobre ASMA, clique aqui. Acesse também http://www.asmaticos.org.br/.***DICA DE HOJEPALESTRAS ABRA-SPAs palestras da Abra-SP são mensais e abertas ao público e contam com a presença de médicos especialistas como pneumologistas, pediatras, fisioterapeutas e alergologistas, que além do tema abordado, estarão disponíveis para responder às suas perguntas ou dúvidas. Sempre nos primeiros sábados de cada mês, exceto feriados.Próximas palestras:02/04 – Ambiente adequado para quem tem asma e rinite – Dra. Yara Arruda M.F. Mello – 10h às 12h  07/05 – Rinites – Sinusites – IVAS – Dra. Elza do Carmo Cabral – 10h às 12h 7/5/2011 04/06 – O que é Asma e Rinite? – Dra. Zuleid Mattar – 10h às 12h  Local: Centro Esportivo Círculo Militar. Rua Abílio Soares, 1589 – Ibirapuera. Próximo à Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. Contato: 0800 773 8199 e ( 11 ) 5549-8199 ou pelo e-mail info@abrasaopaulo.org.br.