Papo de Mãe
Papo de Mãe

Síndrome de Down: a bela Isabella

pmadmin Publicado em 08/02/2010, às 00h00 - Atualizado em 08/01/2015, às 16h39

8 de fevereiro de 2010


Olá!!!Hoje o Papo de Mãe reprisou o programa sobre Síndrome de Down – um programa muito especial, diga-se de passagem.
Para ler as postagens anteriores sobre o assunto clique aqui. E para assistir a um trecho do programa, aqui.
Confira agora o belo relato de luta e superação da nossa telespectadora de Teresina/ Piauí, Carolina Ferreira, mãe de Isabella. A bela IsabellaOlá, meu nome é Carolina Ferreira, tenho 31 anos e sou da cidade de Teresina/PI. Fico muito feliz em saber que o tema do programa seja Síndrome de Down.Aos 25 anos de idade tive minha primeira filha, Isabella, hoje com 6 anos. No nascimento dela tudo foi muito difícil, principalmente para mim. Meu médico, desde os 6 meses de gestação, já sabia que minha gravidez era de um bebê portador da síndrome, mas não me disse. Fiquei muito chateada, pois só fiquei sabendo depois que ela nasceu. Se soubesse antes, poderia ter me preparado melhor para recebê-la…Ela nasceu de 8 meses e graças a Deus tive muita força e apoio da minha família, ao contrário da família do pai dela que achava que ela nunca iria andar nem falar. Tive depressão. Não queria aceitar e ao mesmo tempo me perguntava por que logo comigo? Pela minha idade, achava que isso não aconteceria nunca!Enfim juntei forças e fui atrás de tratamento. Fui a uma Instituição em Teresina e lá percebi que eu não estava sozinha. Minha filha começou a fazer tratamento de fono, terapia ocupacional, fisioterapia e desde cedo foi estimulada em casa. Com 8 meses já falava as primeiras palavrinhas. Com um ano e dois meses, começou a andar. Eu nunca a tratei como uma criança com síndrome!Sinto que hoje a sociedade já vê os deficientes com outros olhos, mas o preconceito ainda existe e já vivi muitos. Teve um dia que fui à procura de escola particular para ela e a diretora triplicou o preço da mensalidade só porque tratava-se de down. Segundo ela, teria que ter uma professora só para minha filha… Hoje, ela estuda numa escola normal e se dá bem com todos. É muito carinhosa, prestativa, inteligente e esperta. Minha filha  significa muito pra mim e tem sido um aprendizado a cada dia da minha vida. É um presente que Deus me deu e como ele não tem outro igual!
Ass.Carolina

Carolina, muito obrigada por compartilhar conosco a sua história. Sua filha é linda, você é uma grande mãe e um exemplo a ser seguido. Parabéns!!!

Bem, amanhã o tema é Bullying – violência no ambiente escolar, mas  o programa sobre Síndrome de Down será reapresentado ainda mais uma vez no dia 21/02, às 13h30. Não percam!!!Um grande beijo,
Equipe Papo de Mãe


Diversos