Papo de Mãe
Papo de Mãe
» ADOLESCÊNCIA

Seu filho está se tornando um adolescente? Veja dicas de como lidar com a fase

Orientadora pedagógica diz ser essencial que os pais lidem com o filho adolescente de maneira mais acolhedora

Redação Papo de Mãe Publicado em 04/08/2021, às 09h07

Fase é repleta de desafios, mas manter o diálogo é fundamental
Fase é repleta de desafios, mas manter o diálogo é fundamental

Repleta de desafios, a adolescência é a fase que começa dos 12 e vai até os 18 anos de idade, segundo o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Muitos pais passam a ter dificuldades de lidar com os filhos que, em uma nova etapa da vida, começam a tentar construir a sua própria identidade.

Veja também:

Mabel Cymbaluk, orientadora pedagógica do Colégio Marista Paranaense, explica que a adolescência pode esbarrar nas próprias expectativas dos pais. Até determinada idade, a criança obedece sem questionar muito, mas é a partir dos 12 anos que muitas começam a ser consideradas, até mesmo, como “rebeldes”.

Aquela criança passa a questionar, a se impor como pessoa e isso pode gerar uma crise nos lares.” (Mabel Cymbaluk)

Confira algumas dicas para que pais e filhos passem pela adolescência da maneira mais tranquila e harmoniosa possível:

  • Uma criança que aprende a ter autonomia é um adolescente responsável: Mabel explica que, se a criança é ensinada a ter responsabilidades, ela começa a ter autonomia e a perceber o que pode fazer sozinha. É por isso que criar uma rotina em casa, com pequenas tarefas diárias, faz com que ela se torne, no futuro, um adolescente mais responsável e autônomo.
  • Saber ouvir é essencial: para a orientadora, essa é uma tarefa difícil, mas que faz toda a diferença. “Em geral, os adultos até ouvem as crianças, mas não de forma atenta, com acolhimento”, diz.
    Praticar o que ela chama de “escuta ativa” envolve a empatia e um esforço para entender o que o adolescente está passando. Falar sobre os sentimentos, durante essa fase da vida, também cria confiança dos filhos em relação aos pais e compreensão dos pais em relação aos filhos.
  • Hoje a realidade é diferente: “Não adianta viver do passado e dizer ao adolescente que na sua época era diferente, ou que na idade dele você tinha muito mais responsabilidades”, diz Mabel Cymbaluk.
    Segundo ela, as redes e a conexão constantes trouxeram novos adolescentes e novas necessidades e entender isso é o primeiro passo para entender a realidade dos filhos.
  • Equilibrar limites e diálogo é a chave para passar pela fase de maneira tranquila: Mabel Cymbaluk diz que, desde sempre, os pais devem estabelecer limites para que os filhos entendam a importância deles. Nesse momento, a abertura para o diálogo é fundamental para que o adolescente saiba o que é negociável. Para ela, a receita é, sempre, o equilíbrio.
    Ter o exemplo e o estímulo para o desenvolvimento que as crianças precisam em casa também é muito importante.
As crianças e adolescentes aprendem mais com o que percebem de suas famílias e escolas do que com a permissão excessiva ou com os grandes discursos unilaterais, recheados de ‘nãos’.” (Mabel Cymbaluk)

Confira o Papo de Mãe com Içami Tiba falando sobre a adolescência:

Desafios / DilemasDicasAdolescente