Papo de Mãe
Papo de Mãe
» REDES SOCIAIS

Segurança: TikTok reforça controles e cria novas medidas de privacidade para jovens

Uma das plataformas preferidas dos adolescentes, o TikTok anunciou mudanças, nos próximos meses, para manter os usuários seguros

Redação Papo de Mãe* Publicado em 12/08/2021, às 15h30

O TikTok criou novas ferramentas de proteção para os usuários entre 13 e 15 anos
O TikTok criou novas ferramentas de proteção para os usuários entre 13 e 15 anos

Propriedade da ByteDance, o aplicativo TikTok, que bombou no início de 2020 e ainda é uma febre entre os adolescentes, deseja trazer mais segurança para os usuários menores de idade. Se o Facebook, Twitter e Instagram aparentaram ter dificuldades com a moderação de conteúdo, as atualizações do TikTok serão implementadas globalmente nos próximos meses.

O objetivo é evitar que usuários, entre 13 e 15 anos, tenham contato com conteúdo explícito, bullying, assédio, preconceito e até exploração sexual. Para isso, a rede social, queridinha entre os jovens, criou ferramentas e medidas de proteção. A ideia é que, com o aumento da privacidade, os jovens criadores de conteúdo possam se divertir e compartilhar vídeos criativos com os seguidores de maneira mais segura.

Veja também

Restrição: quem pode acessar meus vídeos?

A primeira novidade é uma configuração que permite definir quem assiste ao conteúdo  de jovens menores de 16 anos. Desse modo, quando o upload do primeiro vídeo é realizado, os adolescentes receberão um pop-up com um alerta, que vai pedir que eles escolham quem terá acesso. É importante informar que não é possível ignorar o aviso, pois, sem a resposta, o vídeo não é postado na rede social. 

Os usuários que têm entre 13 e 15 anos já têm os seus conteúdos privados, o que é padronizado, porém, para os maiores de 16, é obrigatória a seleção de com quem desejam compartilhar: seguidores ou amigos? A opção "todos" não é disponibilizada para eles, ficando desativada. A regra se aplica a todo tipo de interação dos usuários jovens da rede, o que inclui os recursos de Dueto e Costura realizados na plataforma, que também não são permitidos aos menores de 16 anos.

Downloads: quem pode baixar meus vídeos?

Opção padrão no TikTok, o download de vídeos permite que qualquer um consiga retirar um conteúdo da plataforma e replicá-lo. Mas, com as novas medidas, o TikTok desativou permanentemente os downloads nas contas dos menores de 16 anos e irá incentivar que os jovens de 16 e 17 não ativem essa possibilidade. Para isso, a plataforma irá apresentar uma tela de contexto e explicar os riscos de conceder a autorização.  

Caso optem por não proibir o recurso, toda vez que um usuário tentar baixar os vídeos desse público, os adolescentes irão receber um alerta que irá pedir que eles confirmem e permitam o download. A medida fará com que os jovens analisem se é um amigo ou um desconhecido antes de realizarem a permissão. Um ponto negativo é que ainda é possível o uso de aplicativos que gravam a tela, o que mantém a extração e republicação dos vídeos sem que o usuário permita ou seja notificado.

Mensagens diretas: nova configuração de privacidade

Além de promover a segurança e aumentar a proteção dos seus usuários, o TikTok deseja que os jovens sejam ativos ao decidir sobre sua privacidade. Por isso, para ajudar os jovens, a configuração de Mensagens Diretas será padronizada como “Ninguém”. Assim, para enviar mensagens a outras pessoas, será necessária a mudança para uma opção diferente de compartilhamento.  

As contas também irão receber um aviso solicitando a revisão e a confirmação das configurações de privacidade na vez seguinte em que o recurso for utilizado. Atualmente, já há uma proteção que não permite o compartilhamento de imagens e vídeos por mensagem e o envio de mensagens para menores de 16 anos está desativado. 

Mais cuidado: notificações push

Um recurso inovador e que atenderá o desejo dos pais será um gerenciador do tempo de tela, que pode ser ativado pelos titulares da conta e também pelos seus pais. Nos perfis integrantes da chamada 'Sincronização Familiar', os responsáveis terão acesso a ferramentas de controle parental e poderão decidir até que horário os adolescentes receberão notificações push.  

De acordo com o TikTok, com base em estudos e avaliações de profissionais da saúde, alguns horários foram definidos como limite para a chegada de atualizações. Em relação aos mais novos, os usuários de 13 a 15 anos, não receberão nenhum push a partir das 21h, já para a faixa etária entre 16 e 17, não haverá notificações após as 22h.

Assista ao Papo de Mãe sobre segurança nas redes sociais

ComportamentoDesafios / DilemasAdolescente