Papo de Mãe
Papo de Mãe

S.O.S. PAPO DE MÃE

pmadmin Publicado em 24/03/2011, às 00h00 - Atualizado às 03h42

24 de março de 2011


QUEM PERGUNTA: a telespectadora Alvamaria “Mesmo tendo cuidado com os dentes do meu filho desde quando era bebê, hoje com dez anos, ele apresenta manchas brancas nos dentes, principalmente, os frontais. Quando bebê, limpava a gengiva com gaze e água filtrada, o levava a dentista periodicamente de seis em seis meses, porém o mesmo apresenta este problema. Há como eliminar estas manchas?” QUEM RESPONDE: Dr. Christian Wehba, dentista com especialização em Periodontia e formação em Implantodontia. Participou como especialista convidado no Programa Papo de Mãe sobre “saúde bucal” exibido em 20.03.2011 “Cara Alvamaria, essas manchas, se bem cuidadas podem melhorar um pouco e devem receber fluor constantemente. Existe uma técnica de remoção de manchas que podemos usar mas nem sempre temos a remoção completa da mancha. Encontro-me a disposição.”***

QUEM PERGUNTA: a telespectadora Dani.

“Olá, sou mãe da Maria Eduarda e sempre que dá assisto o programa, adorooooo d+!!!!!! Já mandei uma dúvida minha sobre a hora de tirar as fraldas, foram ótimas todas as dicas (…) Agora estou com outra dúvida cruel… Tudo começou há mais ou menos um ano, quando a levei ela a um médico otorrinolaringologista, ele disse que minha filha tinha refluxo e receitou tratamento. Comecei a dar, mas com uma semana deu uma urticária cutânea. Li a bula e lá dizia que o mesmo poderia provocar a mesma, interrompi o uso e não voltei ao mesmo médico. Levei a outro, que mudou um pouco o tratamento, demorou um pouco mais a alergia voltou. Não lembrávamos da alergia anterior e continuamos o tratamento. Mas só foi piorando. Em outra ocasião, receitaram um antialérgico para ela e disseram que era para evitar chocolate, carne de porco, amendoim e corantes. Então lembramos da alergia ao remédio para refluxo e cortamos. Levamos ao PS e diagnosticaram sinusite. Aí entrei no site e vi que o programa de domingo foi sobre doenças respiratórias. Ela tem secreção no nariz (já levamos em um alergista, não foi diagnosticado alergia, mas o que ele passou foi uma mistura para pingar no nariz), tosse e chiado no peito. O que faço???? Obrigada desde já.” QUEM RESPONDE: Dr. Fábio Pinna, médico otorrinolaringologista. Participou como especialista convidado no Papo de Mãe sobre “problemas respiratórios”, exibido em 13.03.2011. “Prezada Dani, fico muito contente que tenha gostado do programa e desde já torço para a recuperação da Maria Eduarda. Após ler atentamente o seu e-mail, fica claro que a sua criança tem uma doença crônica do nariz e talvez dos seios paranasais. O mais importante é saber a causa disso. Na infância, as principais causas são rinite e hiperplasia adenoideana. Ainda não existe uma clara definição acerca do papel do refluxo na gênese de doenças inflamatórias do nariz. Recomendo fortemente que a sua filha passe em consulta com um otorrinolaringologista e faça um exame chamado nasofibrolaringoscopia para ver internamente o nariz e a garganta. Também seria válido que ela fizesse algumas provas alérgicas. O uso dessas misturas pode ser muito útil mesmo. No entanto, elas só podem ser usadas em casos extremos e por no máximo 5 dias. Não posso passar um tratamento por e-mail, pois a consulta médica com esses exames tem um caráter insubstituível e eu estaria correndo um risco enorme de aconselhar um tratamento errôneo. Um anamnese detalhada, associada a exame físico completo, junto com propedêutica armada são cruciais na prática médica”. ***QUEM PERGUNTA: a telespectadora Rosilaine “Gostaria de saber mais sobre alergia ao leite de vaca. Tenho uma bebê de 4,5 meses e faz um mês começou a aparecer sangue nas fezes dela. Procuramos uma gastropediatra e descobrimos que ela tem alergia ao leite de vaca. Não foi feito exame pra confirmar, a médica pediu para eu fazer dieta do leite até ela completar 6 meses, pois amamento no peito. Se passaram uns 15 dias e ainda não tinha desaparecido por completo o sangue das fezes. Então comecei a fazer dieta também da soja faz uns 5 dias. Agora, só de vez em quando sai bem pouco de sangue. Gostaria de saber após os 6 meses, qual o leite mais indicado? E se os sintomas são mesmo de alergia ao leite de vaca e soja? Uma vez que la mama bem, dorme bem, está se desenvolvendo bem. Somente o sangue nas fezes é que apareceu. Costuma ser assim demorado para desaparecer?”QUEM RESPONDE: Dra. Sylvia Failache de Oliveira, pediatra alergologista e imunologista. Participou como especialista convidada do programa Papo de Mãe sobre “doenças respiratórias”, exibido em 13.03.2011. “Alergia a leite de vaca não é um diagnóstico fácil de se fazer, pois os mecanismos pelos quais a reação alérgica acontece, às vezes, não é medido através de exames simples de laboratórios e testes cutâneos(pele). Muitas vezes, precisamos de exames mais invasivos como biópsia de intestino, mas isso é muito complicado para pedir em criança pequena. Então, quando há a suspeita, a orientação é de suspender a proteína de leite de vaca na dieta da criança e se ela estiver em aleitamento, suspende-se o leite de vaca da mãe (pois passa através do leite materno). A dieta deve ser seguida por 4-6 semanas. O alimento substituto é uma fórmula extensamente hidrolisada (Ex: neocate). Não se deve iniciar a substituição com a soja em crianças abaixo de seis meses, pois em 40% dos casos a criança também pode fazer reação a proteína da soja. Os resultados após a retirada da proteína da vaca aparecem após 48-72horas, é bem rápida a recuperação! Se a evacuação com sangue ainda persiste, a criança necessita de reavaliação. Existe um site muito interessante sobre o assunto:www.alergiaaoleitedevaca.com.br. Espero ter ajudado”. ***PITACO DE MÃE – por Clarissa MeyerGente, na segunda-feira (21/3) tive o privilégio de representar a equipe Papo de Mãe na estreia do Cinematerna no Shopping Iguatemi em São Paulo. Conheci as meninas idealizadoras do projeto e muita gente bacana que está completamente envolvida e comprometida com este universo fantástico que é maternidade e família. É realmente muito bacana ver projetos assim dando certo! Para quem tem bebê de até 18 meses e ainda não sabe como funciona o Cinematerna, vale dar uma conferida no site www.cinematerna.org.br. Super recomendo! Obrigada pelo carinho, meninas! Beijos e sucesso sempre!!!