Papo de Mãe
Papo de Mãe

Respeito

pmadmin Publicado em 04/09/2014, às 00h00 - Atualizado em 29/09/2014, às 17h17

None
4 de setembro de 2014


Por Mariana Kotscho*

“Hoje uma amiga me contou que a irmã levou a filha, de 6 anos, ao pediatra. Chegando lá, no consultório, tinha uma cesta com pirulitos. A menina foi pegar um e o médico disse: “você não pode porque está ficando gordinha”. Fiquei indignada.


Foto: Google Images


Ora, outro dia mesmo a psiquiatra Bacy Fleitlich Bilyk (que trata de transtornos alimentares) disse no Programa Papo de Mãe sobre Vilões da Alimentação, que existe uma coisa chamada genética – por isso tem crianças mais magrelas, outras mais cheinhas (às vezes até entre irmãos que comem exatamente a mesma coisa).  O importante é ter uma alimentação saudável, claro, e fazer atividades físicas. Mas criança entrar em neurose de dieta e tal é um absurdo. A alimentação saudável destas crianças é responsabilidade dos adultos que a cercam. Se o médico acha que determinadas crianças não devem comer pirulito, então nem deveria deixar o pirulito ali, certo??? Acho muito triste quando as pessoas olham feio para crianças mais gordinhas. Já olham rotulando, com preconceito, culpando pais. Nem sabem do histórico familiar, aliás julgam sem saber de nada.  Hoje em dia está muito em falta algo que se resume em uma única palavra: RESPEITO. Respeito às diferenças e à vida de cada um. Dra Bacy até pode explicar melhor os estragos que a “neurose por um corpo perfeito” podem fazer numa criança. Aliás, o que é corpo perfeito??? Quem tem mais de um filho sabe muito bem como cada um é único e se desenvolve de um jeito diferente. Então, vamos RESPEITAR.” * Mariana Kotscho é mãe, jornalista e apresentadora do Programa Papo de Mãe da TV Brasil.Dica: Reveja o Papo de Mãe sobre Transtornos Alimentares




Mariana Kotscho (2)