Papo de Mãe
Papo de Mãe
» IDOSOS

Quedas de idosos podem ser prevenidas

Brasileiros na terceira idade têm pelo menos uma queda acidental ao ano

Por David Nordon* Publicado em 02/05/2022, às 06h00

a população brasileira está se tornando cada vez mais velha e, com o passar dos anos, as quedas tornam-se frequentes no dia a dia.
a população brasileira está se tornando cada vez mais velha e, com o passar dos anos, as quedas tornam-se frequentes no dia a dia.

Uma pesquisa recente - ELSI-Brasil - Estudo Longitudinal de Saúde dos Idosos Brasileiros, coordenada pela Fundação Oswaldo Cruz – Minas Gerais (FIOCRUZ-MG) e pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), revelou dados que merecem atenção:30% das pessoas com mais de 65 anos de idade caem pelo menos uma vez por ano. O estudo ainda afirma que muitas vezes os acidentes causam fraturas e os ossos mais afetadossão: o fêmur, o punho e a coluna.

Ainda no levantamento, entre 30% e 40% desses idosos, que quebram o fêmur, não conseguem mais recuperar a totalidade da capacidade funcional e deixam de realizar diversos movimentos importantes. Essa é uma das fraturas mais graves e impactantes na qualidade de vida dessa população. O dado mais assustador, que também se tornou uma alerta para a saúde pública, é que 50% desses idosos têm quedas múltiplas e, cair acidentalmente, tornou-se uma das principais causas de morte entre as pessoas mais velhas.

Outro estudo, realizado pelo DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos - apontou que em2021 o Brasil contabilizou uma população de210 milhões de habitantes.Desses, 37,7 milhões são considerados idosos, ou seja, pessoas com mais de 60 anos de idade. É nítido: a população brasileira está se tornando cada vez mais velha e, com o passar dos anos, as quedas tornam-se frequentes no dia a dia.Depois dos 80, essa porcentagem pode chegar a 50%. Cair demais não é normal em qualquer idade, ésinal de que algo não vai bem. Os responsáveis pelo idoso ou a própria pessoa deve procurar ajuda médica para descobrir o que pode estar provocando quedas tão frequentes.

Veja também

Entre 40% e 60% desses acidentes provocarão alguma lesão, 5% delas com fraturas ósseas. Resumidamente, um em cada vinte idosos que caem apresenta fratura. Se estimarmos que metade dos idosos tem um acidente anual, existe uma taxa de incidência de fraturas de 2,5% em todos os idosos, o que é um número assustador!As principais causas estãorelacionadas ao envelhecimento: alterações de equilíbrio,fraqueza na musculatura ea diminuição da visão. No geral se observa mais quedas entre as mulheres, não se sabe ao certo por qual motivo, porém doenças como artrose e diabetes podem aumentar o risco de cair.Praticar exercícios de fortalecimento e equilíbrio são importantes para tentar reduzir os acidentes. O Ministério da Saúde incentiva a prática de atividade física para o público mais velho e existem estudos que comprovam que os praticantes têm 37% menos chances de se acidentar.

Vale também tomar alguns cuidados dentro de casa. Elimine objetos que podem ser obstáculo ou provoquem escorregões dentro de casacomo fios e tapetes. A instalação de suportes, corrimãos e outros acessórios dão mais segurança ao usar o banheiro, por exemplo. O idoso deve usar sapatos com sola antiderrapante e bem presos aos pés; jamais andar só de meias.

Importante estar atento também para a iluminação dos ambientes, principalmente para o acesso ao banheiro. Os armários devem ter portas leves e maçanetas grandes para facilitar a abertura, e as roupas mais usadas devem ficar em lugares de fácil acesso. Os medicamentosprecisam ser tomados sempre no horário correto e, caso perceba algum efeito colateral, o médico deve ser avisado imediatamente.

*David Nordon é médico ortopedista pediátrico pelo HC FMUSP - Professor da disciplina de Saúde Pública da PUC-SP (Campus Sorocaba) e de Ortopedia do Estratégia MED (curso preparatório on-line para provas de Residência Médica), preceptor de Ortopedia Pediátrica do Hospital do Pari e Pesquisador do Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas (HCFMUSP), Mestrando pela USP e apresenta semanalmente o quadro de saúde "O Doutor e Você", da Rádio Digital FM.

Acompanhe o Papo de Mãe nas redes sociais:

Instagram: @papodemaeoficial l Twitter: @papodemae l Facebook

DicasPrevenção de acidentesSaúde