Papo de Mãe
Papo de Mãe
» INVERSÃO DE PAPÉIS

Quando chega a hora de cuidar de nossos pais, mães e avós

Quando somos crianças, somos cuidados. Na vida adulta podemos nos tornar cuidadores de nossos filhos e chega um momento em que passamos a cuidar dos nossos pais, mães, avós. Como é lidar com essa inversão de papéis?

Redação Papo de Mãe Publicado em 25/05/2021, às 07h00

Stella Azulay é colunista do Papo de Mãe
Stella Azulay é colunista do Papo de Mãe

A especialista em desenvolvimento humano Stella Azulay, da Escola de Pais XD, está passando pela fase de cuidar dos 4 filhos e do avô, de 97 anos.

Ela conta que é um período difícil, que exige uma carga emocional enorme, ainda mais na pandemia. Durante este ano de isolamento, as pessoas com mais idade, além do risco da Covid-19, precisaram de ainda mais acolhimento.

Algumas decisões precisam ser tomadas no lugar dos mais velhos, que já são adultos, e isso torna a missão mais difícil do que decidir por uma criança.

Em relação aos filhos, Stella Azulay explica que muitas vezes se sente culpada por estar dando menos atenção a eles, então a dica é envolver as crianças e os adolescentes na situação. O diálogo é fundamental para que eles entendam, inclusive, sobre este momento do cuidado com os mais velhos e aprendam o que também podem fazer para ajudar, de acordo com a idade.

"É trazer a realidade para todo mundo da família e entender que você não dá conta de tudo", diz Stella. Crianças e adolescentes podem ajudar com os cuidados com os parentes que precisam de apoio e também com a divisão de tarefas em casa. É preciso ter união.

E a especialista lembra que quem cuida também precisa se cuidar para poder dar conta.

Veja também

Como lidar com adolescentes em casa

A vida começa no corpo

Assista ao vídeo da Stella Azulay

ColunistasStella Azulay