Papo de Mãe
Papo de Mãe
» SEGURANÇA INFANTIL

Prevenção de acidentes: 3 dicas para abordar o tema com as crianças

Entender quais são os acidentes mais comuns na infância é importante para garantir entornos seguros e protetores

Por Erika Tonelli * Publicado em 06/05/2022, às 07h00

Faz parte das responsabilidades dos adultos cuidar e proteger as crianças
Faz parte das responsabilidades dos adultos cuidar e proteger as crianças

Quem acompanha os artigos sobre prevenção de acidentes com crianças, adolescentes e jovens aqui no Papo de Mãe sabe que eles são mais comuns do que se imagina: diariamente, o Brasil registra 8 óbitos e 288 internações de crianças de 1 a 14 anos de idade por causas acidentais. Os dados são do Datasus, do Ministério da Saúde, e apontam que os acidentes são a principal causa de morte nesta faixa etária.

Em todo o mundo, segundo a Safe Kids Worldwide, cerca de 1 milhão de crianças morrem em decorrência de acidentes anualmente. É um grave problema global que pode ser evitada em 90% dos casos com medidas simples de prevenção, sendo que pais, responsáveis e cuidadores desempenham um papel fundamental para isso.

Faz parte das responsabilidades dos adultos cuidar e proteger as crianças. Entender quais são os acidentes mais comuns na infância e quais são as características em cada faixa etária é importante para garantir entornos seguros e protetores, assim como para assegurar que crianças e adolescentes possam crescer e se desenvolver de forma feliz, saudável e segura.

Vale também o alerta para estar atento aos locais que as crianças têm acesso frequente como clubes, espaços recreativos e escolas; procurando entender como eles trabalham essa temática e até mesmo se o entorno e as próprias instalações estão preparadas para recebê-las de forma segura, assim como se os educadores estão preparados para a prevenção de acidentes com elas.

Sugestão: assista ao Papo de Mãe sobre como evitar acidentes em casa

No entanto, conforme meninos e meninas crescem, cabe também aos responsáveis educar e ensinar desde a infância como eles podem, de acordo com sua faixa etária e etapa do desenvolvimento, ser incluídos enquanto aprendizes da cultura de prevenção de acidentes. Inclusive, faz parte do processo de construção da sua autonomia para que quando jovens possam cuidar de si mesmos e garantir a permanência de uma comunidade mais protetora e acolhedora para todos.

É importante reforçar, evidentemente, que esse é um processo que avança gradualmente conforme as crianças vão adquirindo novas habilidades para lidar com determinadas situações, cabendo ao adulto responsável observar, supervisionar e orientá-las nessa jornada.

Se você tem dúvida de como abordar a prevenção de acidentes com as crianças e os adolescentes, confira três ideias para tratar desse assunto com eles:

1) Converse com a criança de acordo com seu nível de compreensão

É importante entender em que fase do desenvolvimento a criança está e qual é o seu limite de compreensão e aprendizagem. Assim, é possível escolher a melhor linguagem e método para trabalhar esse assunto em cada idade. Isso porque, à medida que crescem, elas passam por diferentes fases, desenvolvendo e aprendendo novos conceitos. Até as crianças compreenderem melhor o que é certo e errado e o conceito de causa e consequência, por volta dos cinco anos de idade, tenha paciência e repita as explicações sobre segurança quantas vezes forem necessárias.

2)Utilize vídeos, histórias e ilustrações para tratar do assunto

Além do diálogo constante com a criança sobre prevenção de acidentes e cuidado com sua saúde e seu corpo, você pode utilizar materiais de apoio, como vídeos, livros e ilustrações, para tornar essas conversas mais interessantes aos pequenos.

Veja também:

3)Realize atividades lúdicas e recreativas para ensinar sobre cuidados e prevenção

As crianças aprendem brincando. Por meio das brincadeiras e atividades lúdicas elas conhecem seus corpos e emoções e aprendem a cuidar de si e dos outros. Por exemplo, para ensinar as regras do trânsito e mobilidade segura, utilize carrinhos de brinquedos para encenar algumas situações rotineiras de trânsito, como travessia na faixa de pedestre.

Para aprender mais sobre como evitar acidentes com crianças, a Aldeias Infantis SOS oferece o curso on-line e gratuito Prevenção de Acidentes no Dia a Dia, no site do Instituto Bem Cuidar. Nele, também é possível ter acesso a histórias e exemplos de atividades para desenvolver com as crianças sobre esse assunto.

*Erika Tonelli é a especialista da Aldeias Infantis SOS Brasil em Entornos Seguros e Protetores.

Acompanhe o Papo de Mãe nas redes sociais:

Instagram: @papodemaeoficial l Twitter: @papodemae l Facebook

ColunistasErika Tonelli