Papo de Mãe
Papo de Mãe

Prematuridade: motivos, cuidados e riscos de um nascimento prematuro

Roberta Manreza Publicado em 13/07/2016, às 00h00

None
13 de julho de 2016


Neste Papo de Mãe, Mariana Kotscho e Roberta Manreza conversam com mães de bebês que nasceram com menos de 1kg e especialistas no assunto

Portal Papo de Mãe

O que se espera é que os bebês nasçam por volta de 40 semanas de gestação e com peso em torno de 3 quilos. Porém, nem sempre é assim.  Por vários motivos, muitos bebês nascem antes da hora, alguns deles com menos de 1kg, considerados prematuros extremos.

Nas últimas duas décadas, graças à tecnologia e aos novos medicamentos, muito mais prematuros estão terminando seu desenvolvimento fora do útero com sucesso. Mesmo assim, o risco de sequelas existe. Mas quais os motivos, os cuidados e os riscos de um nascimento prematuro?

Neste programa, vamos conhecer as histórias da Simone, mãe do Enzo (2) e da Priscilla, mãe dos gêmeos Gaia e Iago (2). E para orientar a conversa participam também os especialistas: Solange Melo, psicóloga; Dr Marcelo Luís Nomura, Ginecologista/ Obstetra Especialista em Gestante de Alto Risco e Medicina Fetal da UNICAMP; Dra. Suely Dornellas, Pediatra Neonatologista do Hospital e Maternidade Santa Joana/SP; Thaís Lazzeri, Jornalista e Autora do Livro “500 Gramas de Vida”.  Abertura e encerramento: Filipe Trielli e Vanessa Trielli, pais do João (4 anos), e Daniel Galli.

Simone teve 3 gestações, perdeu os dois primeiros bebês e teve Enzo prematuro com apenas 23 semanas. O primeiro bebê, Simone perdeu com 7 semanas de gestação e o segundo com 37 semanas. A gravidez de Enzo também foi complicada desde o início, com sangramentos e uma infecção urinária que antecipou demais o nascimento. Enzo nasceu com 23 semanas, 600 gramas e 30 cm. Ele passou 175 dias na UTI Neonatal.

A gravidez de Priscilla não foi planejada e os gêmeos vieram no susto. Tudo correu muito bem até a 21ª semana, quando o colo do útero começou a dilatar. O diagnóstico foi “Incompetência Istmo Cervical”. Priscilla ficou 35 dias em repouso absoluto até que na 26ª semana começou a sentir fortes dores, contrações em intervalos cada vez mais curtos e o parto foi feito. Os bebês eram tão pequenos que não tiveram forças nem para chorar. Iago nasceu com 860 gramas e permaneceu na UTI Neonatal por 82 dias. Gaia nasceu com 830 gramas e ficou internada 91 dias.

Na reportagem de Letícia Bragaglia, vamos conhecer UTI Neonatal do Hospital Municipal Universitário de São Bernardo do Campo, na grande São Paulo, que é uma referência no atendimento público e humanizado de bebês prematuros. Tem ainda um papo pelas ruas da capital paulista com Fernanda de Luca.

ASSISTA AGORA!

Papo de Mãe é um programa imperdível e fundamental para quem vive as dores e as delícias da vida em família. Informal com informação. Emocionante. Interativo. E com muita prestação de serviço.
Apresentação: Mariana Kotscho e Roberta Manreza.
Blog: www.papodemae.com.br
Facebook: www.facebook.com/papodemaeoficial
Grupo: www.facebook.com/groups/programapapodemae
Twitter: www.twitter.com/papodemae
Youtube: www.youtube.com/papodemae



Amamentação / AlimentaçãoCuidadoresDesafios / DilemasDesenvolvimentoBebêHome0 a 2 anosO PartoPós-partoReportagemSaúde