Papo de Mãe
Papo de Mãe

PLANTÃO PAPO DE MÃE: por Roberta Manreza

pmadmin Publicado em 28/04/2010, às 00h00 - Atualizado às 03h28

28 de abril de 2010


Olá queridos amigos e amigas do Papo de Mãe! Obrigada pelo carinho de todos vocês. Estamos preparando os próximos programas que serão exibidos na TV Brasil e é incrível como a gente aprende, se emociona, dá risada e chora – tudo ao mesmo tempo! É uma delícia fazer o Papo de Mãe!!!Bem, assim como a Mariana, sempre que puder, darei uma passadinha aqui no blog para bater um papo com vocês sobre algum fato ou curiosidade envolvendo a minha filha, Juliana, de 7 anos. Vou começar relatando um momento delicioso que pude acompanhar de perto:
A primeira vez que a Juliana andou de bicicleta sem rodinhas…Aos seis anos de idade, achei que já era hora de tirar as rodinhas da bicicleta da Juliana. O primo dela, o Pedro, já pedala sozinho com muita segurança há mais de um ano. Coisa de menino, ele domina quase todos os esportes que pratica. Um pouco indiferente no começo e amedrontada também, lá foi a Juliana toda equipada para a sua primeira tentativa. Capacete, joelheira e cotoveleira nos seus devidos lugares e o pai da Juliana, o Sandro, correndo atrás dela, segurando a bicicleta sem soltá-la por várias voltas… Depois de muita insistência minha e do resto da família, ele a soltou. E não é que para a nossa surpresa ela dominou a magrela rapidamente?! Até agora não levou nenhum tombo de assustar a ponto de fazê-la desistir da empreitada. A Juliana segue firme na sua bicicleta. Ela ainda fez questão de colocar uma cestinha para levar a sua cachorra “Tinkerbell” para dar uns passeios. Mas é claro que ainda não tivemos coragem de incluir a pequena maltês na aventura. Como mãe da Juliana, estou bastante orgulhosa da minha filhota. E para vocês que estão vivendo esta fase, uma dica: as primeiras tentativas sãos mais seguras em terrenos mais fofos como um gramado ou na areia.
Falando em cachorros…A Juliana tem muita curiosidade sobre as capacidades caninas. Como a maioria das crianças, ela sonhava com um filhote só para ela. Bastante responsável e amorosa com a sua cadela, Juliana, muitas vezes, faz coisas erradas na criação da “Tinker”- como já era de se esperar. Beijar a boca da cachorra é apenas um dos deslizes que a gente insiste em corrigir. Colocá-la na cama escondida debaixo do cobertor também. Mas com a ajuda da Cão Cidadão, empresa que já participou do nosso Papo de Mãe sobre animais de estimação, eu reuni algumas dicas e curiosidades interessantes para vocês, vejam só! 1. No melhor estilo “faça o que eu digo, não faça o que a Juju faz”(rsrs), beijar na boca do pet faz mal. Pela saliva, os cães podem transmitir doenças ao homem e vice-versa. A saliva do cachorro, por exemplo, pode transportar bactérias, vermes e fungos. 2. Os cães ouvem melhor do que os humanos. Eles conseguem ouvir um som a uma distância quatro vezes maior do que somos capazes. 3. Os cachorros têm o sistema de olfato muito melhor que o nosso também. Eles possuem cerca de 200 milhões de receptores para odores, enquanto os humanos têm apenas cinco milhões. Por isso, os cães são capazes de identificar cheiros que nós não percebemos. 4. Os caninos não enxergam algumas cores. Eles não conseguem diferenciar o verde e o vermelho, por exemplo. 5. E como não poderia deixar de ser, os cães não devem ser tratados como gente. Um animal sem identidade própria acaba tendo dificuldade ao se relacionar com outros caninos. Agora gostaria que você contasse a sua história. Escreva alguma curiosidade do seu filho ou filha, algum feito que tenha deixado você orgulhoso (a) e/ou com vergonha. Vale tudo, só não vale não participar!!!Um grande beijo!
Roberta Manreza,
  jornalista, apresentadora e mãe de uma menina de 7 anos.


Diversos