Papo de Mãe
Papo de Mãe

ABORTO – Depois da alegria do resultado positivo, vem a frustração pela gravidez interrompida

pmadmin Publicado em 08/04/2014, às 00h00 - Atualizado em 03/10/2014, às 15h36

None
8 de abril de 2014


Depois da alegria do resultado positivo, vem a frustração pela gravidez interrompida. Muitas mulheres sofrem abortos espontâneos, mas o que pouca gente sabe é que eles são relativamente comuns: acontecem em 15% das gestações.

Convidadas:

– Naimara Di Pace, professora, 2 filhos. Ela descobriu que estava grávida quando morava em Portugal. Por não conhecer os médicos de lá, esperou vir ao Brasil nas férias para consultar seu médico. Aqui fez todos os exames de rotina, que indicaram de 3 para 4 meses de gestação. Ficou no Brasil 10 dias e, antes do retorno a Portugal, por indicação médica, fez um novo ultrassom. Na sala de exames o médico constatou que não havia mais batimento cardíaco.

– Taíssa Rangel, publicitária, 1 filha; No ano passado, teve dois abortos espontâneos seguidos. No primeiro, estava com 4 semanas de gestação quando teve um sangramento e abortou. No mês seguinte, engravidou novamente, mas com 7 semanas perdeu. Fez todos os exames possíveis durante o restante do ano para investigar a possível causa – nenhum deles foi conclusivo, todos deram resultados normais. No começo deste ano também tentou, mas perdeu novamente, desta vez com 4 a 5 semanas de gestação.

– Lilian de Oliveira, estudante de psicologia, 1 filha. Depois de sua primeira relação com um rapaz que namorava, ela ficou com medo de engravidar e tomou a pílula do dia seguinte e teve sangramento. Achou que não estava no momento de ter uma família. Depois de um ano conheceu seu atual marido e após seis meses engravidou de Cecília, que agora está com 1 ano e 7 meses.

Especialistas: Dr. Paulo Basto de Albuquerque, ginecologista; Dra. Gabriela Casellato, psicóloga; Dra. Luiza Nagib Eluf, Procuradora de Justiça do Estado de São Paulo.

O programa conta ainda com uma reportagem de Letícia Bragaglia sobre a polêmica da legalização do aborto, além de um papo pelas ruas com Fernanda De Luca.




Tentando Engravidar