Papo de Mãe
Papo de Mãe

Ovodoação: a doação de óvulos

Mariana Kotscho Publicado em 02/02/2021, às 00h00 - Atualizado às 09h23

None
2 de fevereiro de 2021


Especialista em medicina reprodutiva, o ginecologista e obstetra Gustavo Kröger fala em vídeo sobre a doação de óvulos para mulheres que não conseguem engravidar.

Por Papo de Mãe

A ovodoação é  uma possibilidade de a mulher engravidar com óvulos doados, principalmente mulheres mais velhas que perdem a quantidade de óvulos ao longo da vida. A qualidade dos óvulos também diminui com o passar dos anos.

Mas a doação de óvulos também pode ajudar mulheres jovens que não conseguem engravidar por ter problemas ligados à ovulação.

A não ser que a mulher tenha congelado óvulos quando mais jovem, o Dr. Gustavo Kröger explica que após os 43 anos de idade fica mais difícil engravidar com o próprio óvulo (chance de apenas 3 % de maneira natural).

No Brasil é proibido vender e comprar óvulos e a doação deve ser anônima, não pode ser de pessoa conhecida. É feita a fertilização in vitro (fora do corpo da mulher) e então realizada a colocação do embrião na mulher para o desenvolvimento da gravidez.

É possível escolher óvulo de uma pessoa que tenha características parecidas com aquela do casal que quer engravidar.

Confira os detalhes no vídeo que o Dr.Gustavo Kröger gravou especialmente para o Papo de Mãe:

@dr.gustavokroger




ColunistasGustavo KrögerHomeTentando EngravidarVídeos