Papo de Mãe
Papo de Mãe

Outubro Rosa chega ao fim, mas a prevenção do câncer de mama tem que ser o ano inteiro

Mariana Kotscho Publicado em 30/10/2020, às 00h00 - Atualizado às 09h42

None
30 de outubro de 2020


Com a pandemia, o número de mamografias realizadas durante o isolamento social caiu drasticamente no Brasil, e isso é muito preocupante. Os dados mostram que alguns diagnósticos serão feitos tardiamente, o que diminuem as chances de cura da doença.

Por Papo de Mãe

Em 2020 a estimativa é que o câncer de mama atinja 66 mil mulheres no Brasil. E o diagnóstico precoce, descobrir a doença ainda no comecinho, é o que pode garantir a cura.

Flora Finguerman, médica radiologista do programa de mama da Dasa, fala nesta entrevista em vídeo ao Papo de Mãe (abaixo) sobre a importância do “Outubro Rosa” para fazer um alerta sobre a prevenção do câncer de mama e revela que com a pandemia, muitas mulheres deixaram de fazer mamografia este ano. Lembrando que o diagnóstico precoce pode salvar vidas. A médica também explica quais são os exames necessários que as mulheres devem fazer (o principal é a mamografia), quando é indicado um teste genético como prevenção e explica os tratamentos para combater este tipo de câncer – que é o que mais atinge as mulheres.

Vamos nos cuidar!

Nossa entrevistada também é especialista em radiologia e diagnóstico por imagem e doutora em diagnóstico por imagem/ Unifesp.

Confira a entrevista no Youtube Papo de Mãe e se inscreva no nosso canal. Mais de 700 vídeos lá para você.

@dasa.oficial

@papodemaeoficial




DicasEntrevistasMãe / PaiHomeAdolescenteJovemVídeos