Papo de Mãe
Papo de Mãe
» INCLUSÃO

O que podemos aprender com Greta Thunberg, a jovem autista que se tornou referência na luta pela preservação do meio ambiente

Cada um de nós, com ou sem deficiência, pode lutar por uma causa e fazer da nossa sociedade um lugar mais justo para todos

Thaissa Alvarenga* Publicado em 08/06/2021, às 11h25

A ativista Greta Thunberg
A ativista Greta Thunberg - (Reprodução de rede social)

Uma em cada sete pessoas no mundo possui alguma deficiência. Não é à toa que a Agenda 2030 especificou 5 de suas metas com objetivos bem claros sobre tornar o mundo um lugar mais inclusivo. São elas:

  • educação de qualidade
  • trabalho decente e crescimento econômico
  • redução das desigualdades
  • cidades e comunidades sustentáveis 
  • parcerias e meios de implementação

Nesta luta para ter um planeta sustentável em um futuro muito próximo, temos Greta, a autista e ativista ambiental que se tornou um ícone quando o assunto é meio ambiente.

A jovem sueca já discursou em eventos internacionais como a Conferência do Clima da ONU e o Fórum Econômico Mundial. A adolescente fez com que o mundo parasse para ouvir o que ela tinha a dizer e isto me traz um conforto e uma esperança em saber que cada um de nós, com ou sem deficiência, pode lutar por uma causa e fazer da nossa sociedade um lugar mais justo para todos.

Sei disso porque tenho vivido como empreendedora social com a ONG Nosso Olhar e o portal Chico e Suas Marias. Um dia de cada vez, uma conquista de cada vez.

Veja também

Agenda 2030

As 17 metas globais da ONU sobre sustentabilidade parecem bem distantes de nossa vida, mas o fato é que estão mais perto do que imaginamos. Então, de maneira bem simples e direta gostaria de perguntar: o que a Agenda 2030 e o ativismo de uma jovem autista tem a ver com a sua vida e com pessoas com deficiência? Bom, aqui em casa sempre falamos sobre preservar o meio ambiente e sempre levamos para a rotina das crianças passeios ao ar livre. Não apenas falamos sobre alimentação saudável e reciclagem, mas nos esforçamos por incluir em nossas refeições produtos de qualidade; e junho é um mês em que não podemos perder a oportunidade de falar sobre Meio Ambiente em nossos lares.

A jovem Greta não discursa apenas por aqueles que são autistas, ela fala por todos e isso mostra o quanto a nossa sociedade está distante de ter a mesma postura, pois há falta de acessibilidade e inclusão em inúmeras áreas.

Educação de qualidade inclusiva e equitativa, emprego pleno para pessoas com deficiência, além de remuneração e trabalho de igual valor, são algumas das metas da Agenda 2030 e o quão longe estamos de alcançar estes objetivos. Chico, meu filho mais velho, foi o primeiro aluno em sua escola com síndrome de Down. Vejo por meio desta trajetória do meu pequeno, que com sua entrada no mundo escolar, uma porta de aprendizado e um novo olhar se abriu para os seus professores, colegas de classe e suas famílias.

Para aqueles que fazem parte de seu convívio, ele se tornou uma referência no que diz respeito não apenas à síndrome de Down, mas também sobre a luta pelos direitos das pessoas com deficiência. Já imaginou um mundo com acesso universal a espaços verdes e públicos seguros, inclusivos e acessíveis, especialmente para o público com deficiência? Eu não apenas imagino, como convido você a fazer parte desta luta por uma sociedade inclusiva, justa, acessível e sustentável onde todos podemos contribuir com a nossa diversidade assim como a Greta ou como o Chico.

A segunda cartilha com as aventuras do Menino Maluquinho, de Ziraldo, com o Chico e Suas Marias fala sobre alimentação saudável. Neste mês em que comemoramos o dia 5 de junho como o dia do Meio Ambiente, faço um convite especial para embarcar nesta transformação que nos levará para um futuro não muito distante onde sairemos de casa com a fé e esperança de caminhar por um mundo melhor. Para saber mais sobre as metas da Agenda 2030 acesse aqui

Conheça as aventuras do Menino Maluquinho, de Ziraldo, com o Chico e Suas Marias, baixando o e-book.

*Thaissa Alvarenga é criadora da ONG Nosso Olhar e do portal de conteúdo Chico e suas Marias. @ongnossoolhar

Assista à entrevista de Thaissa Alvarenga ao Papo de Mãe

Thaissa AlvarengaInclusão