Papo de Mãe
Papo de Mãe
» PODCAST

O poder das histórias

Saiba como surgiu o Podcast “Histórias da Vovó”,  sucesso de audiência na pandemia

Ivani Cardoso* Publicado em 24/01/2021, às 00h00

None

Eu adoro contar histórias. Como jornalista, como mãe, como avó, como alguém que sabe como é importante abrir portas e janelas para a imaginação. Contei histórias para meus filhos, sobrinhos, filhos de amigos e depois que minhas netas nasceram, elas viraram meu público especial. Helena, agora com seis anos, encomendava histórias e dava os temas. A vovó contava e ela ficava toda feliz. E pedia mais. Julia acaba de fazer dois anos, mas já consegue prestar atenção em histórias bem curtas e folheia livros com muita atenção. Esse amor pela literatura que ajudei a passar para meus filhos e minhas netas é um grande orgulho.

Quando veio a pandemia eu fiquei perdida. Não tanto com o isolamento, mas com a saudade das meninas, filhas do meu filho mais velho. Até doía.

Claro que nos falávamos sempre e nos víamos pelo face time, mas não dá para contar histórias assim, as crianças não têm muita paciência. Mas eu percebi que para ouvir, elas têm.

Depois que mandei a primeiras histórias e descobri que as pequenas e as primas, também isoladas em uma chácara no interior de São Paulo, curtiam, fui contando outras. Curtas, não mais que 4 minutos, para garantir audiência.

Leia também:

Kotscho: Convívio familiar com os netos é mais rico

E eu levava personagens dos contos de fadas, dos desenhos e da imaginação para interagir com elas na chácara onde estavam. Minha filha, que acompanhava de longe, resolveu criar um podcast “Histórias da vovó”, pelo Spotify, e eu fiquei muito feliz.

Saiu matéria no Estadão, na TV Tribuna (Globo de Santos) no G1, fiz algumas lives contando a experiência. Meu entusiasmo maior é inspirar outras avós a fazerem o mesmo. As crianças embarcam nesse mundo e depois também vão criando suas histórias. É lindo ver essa multiplicação das aventuras.

Depois disso também comecei a contar histórias com meninos, a pedidos de avós. Saí só do mundo das princesas e fui procurar saber mais sobre carrinhos, heróis e dinossauros. Também fiz algumas histórias para netos de amigos. E achei o máximo quando Helena me pediu uma história para ela dar para um amiguinho que fazia aniversário.

Comecei também um Instagram @historiasdavovoi, onde posto vídeos e compartilho as histórias.

Se contar histórias foi uma forma de diminuir a distância, também se transformou em uma diversão. Pesquiso personagens para novas histórias, vou buscar outros mais antigos. E assim, Emília, Princesa Aurora, Peter Pan, Little Pony e tantos outros vão chegando neste universo mágico.

*Ivani Cardoso é jornalista, mãe e avó. 

ComportamentoCreche / BerçárioCuidadoresDesenvolvimentoDestaquesDicasDiversosDiversãoEducaçãoAvósBebêFamíliaHomePandemia0 a 2 anos3 a 8 anos9 a 12 anosCriançaPrimeira InfânciaSaúdeVocê no Papo