Papo de Mãe
Papo de Mãe

Minha luta para ser mãe

Quero deixar meu depoimento da minha luta para ser Mãe.

Roberta Manreza Publicado em 13/11/2020, às 00h00 - Atualizado às 14h52

None
13 de novembro de 2020


Por Soraia de Lima Diniz.
Ser tentante é dolorido.

Me chamo Soraia, tenho 43 anos e meu noivo Newton tem 37 anos.
Quero deixar meu depoimento da minha luta para ser Mãe.
Desde pequena sempre tinha a resposta na ponta da língua, o que você quer ser quando crescer?
Eu falava: Mãe, quando eu tiver 18 anos aí vou poder ser Mãe.
Bom, cresci, trabalhei para poder dar o melhor para meu tão sonhado filho/a.
E a vontade foi crescendo,e  na caminhada da vida eu senti a primeira dor, de ter o positivo e na outra semana perder.
Fiz exames após o ocorrido, tudo normal, mas esse normal, nunca fez vir meu baby.
Os anos passaram, procurei ajuda pelo SUS, mas o sistema só aceitava mulheres com idade até 39 anos, e quando eu consegui a guia de encaminhamento para tratar eu já tinha 40 anos e não aceitaram, mesmo eu chorando e implorando por ajuda.
Ser tentante é dolorido, é todo dia olhar para seu ventre e ver que não tem nosso baby crescendo.
Você vê todas amigas da época da escola sendo Mãe, depois sendo avó. E eu?
Por que o meu bebê não vem se tenho o amor incondicional? Esse Amor dói tanto por não ter você filho/a em meus braços, em nosso lar.
Para amenizar essa dor, e doar esse amor tão forte, fazia visitas nos hospitais como cosplayer da Sininho, Cinderela e Elsa da Frozen.
Ah! Como é bom ir nos hospitais e ver o sorriso de cada criança e adulto. Mesmo em cenários doloridos, em pacientes com câncer, e, outras doenças, tudo virava uma mágica quando era dia de ir visitar eles. O Hospital virava uma festa e ficava colorido com a turma de cosplayers.
Achava que eu dava Amor, mas eu mais recebia Amor de cada um.
E pensava a cada criança que eu pegava em meus braços, e beijava, um dia terei nosso baby em nossos braços. Mas com tempo o amor aumentava ainda mais e com todas essas ajudas, carinhos e amor que levei para todos que pude, hoje meu lado Sininho, Cinderela e Elsa percebeu que hoje eu que preciso de ajuda, de amor e carinho hoje eu que espero por pessoas para ajudarem a realizar meu sonho.
Mas não veio, aceitar que eu precisava de fazer tratamento foi duro, e levou anos para aceitar que meu positivo não viria de forma natural. Então fomos em uma clínica de baixo custo. Foi a pior experiência que tivemos.
Não respeitaram o fato de eu ter perdido um bebê, e, não bastando, tratavam como se fosse fábrica de bebês que você vai escolhe e se tem dinheiro você tem seu filho, se não tem dinheiro você sai dali sem tratamento, e sem seu filho.
Até que um dia achei o Dr. Rodrigo Rosa no Instagram, e, depois o vi no programa “Papo de Mãe”. Nesse instante meu coração disse: “É lá que será realizado nosso sonho! Lá que essa luta e dor terá um final feliz!”. E ano passado, entramos em contato e falaram para marcar uma consulta e passar com a Médica Dra. Juliana Hatty, da equipe dele na clínica Mater Prime.
Já começou pelo respeito ao meu histórico, o qual não tinha psicológico para falar tudo novamente. Então eles pediram que um dia antes da  consulta enviasse meu relato do ocorrido, que ela iria ler para entender o caso e na consulta não seria tocado no assunto.
Dia da consulta, meu Deus, o coração a mil, chorava muito por estar naquele lugar que senti que seria lá que Deus enviaria nosso baby.
Tudo foi lindo e perfeito!
Após a consulta maravilhosa com a Dra. Juliana decidimos “É aqui”, e perguntamos o valor do tratamento e medicações, fomos muito bem recebidos do início ao fim.
Mas voltamos com uma dor enorme não temos o dinheiro para fazer a FIV, mesmo com o programa para estes casos, o dinheiro não dava.
E hoje pedimos para amigos, para empresários, para o Mundo, que abracem essa nossa causa e nos ajude a ter nossa tão sonhada gestação, nosso tão sonhado e amado filho/a
Pedimos com muito amor e confesso com dor no coaração que nos ajudem com a doação para nosso tratamento, para pagar os custos das consultas médias, remédios, exames e a tão sonhada FIV. Todos os gastos serão comprovados por notas fiscais.
Pedimos que divulguem, compartilhem, e quem sabe chegue a pessoas que tenham até uma condição melhor para nos ajudar.
Toda ajuda é muito abençoada, muito mesmo.
Segue o link da nossa vakinha.
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fiv-para-ter-nosso-milagrinho
E não posso deixar de agradecer pela atenção da Mariana Kotscho que quando recebeu a mensagem pediu para entrar em contato com vocês.
Deus abençoe imensamente a cada um.
Com muito carinho e esperança,
Soraia de Lima Diniz



DiversosBebêFamíliaHomeGravidezTentando EngravidarVocê no Papo