Papo de Mãe
Papo de Mãe

Menos é mais! Essa consciência é essencial para educarmos nossas filhas e filhos, mas sem perder de vista nossos desejos, sonhos e prazeres

Mariana Kotscho Publicado em 13/01/2021, às 00h00 - Atualizado às 16h14

None
13 de janeiro de 2021


A colunista do Papo de Mãe, Ariela Doctors, faz uma reflexão sobre o valor das coisas simples da vida. E traz uma receita deliciosa de almendrados, um docinho feito com amêndoas

Almendrados

Por Ariela Doctors*

Outro dia, conversando com a Raimunda, que me dava o prazer de fazer as unhas semanalmente, vindo à minha casa, ganhei uma dica preciosa.
Ela me ensinou: “Ariela, quando qualquer coisa derramar dentro da geladeira, limpe na hora só aquele cantinho. Se a gente vai deixando, minha filha, vai juntando sujeira e depois ninguém quer limpar.”

Esse papo me levou a fazer analogias com outras situações do nosso cotidiano.

Fiquei pensando que, se vivermos presentemente, como o passado pode ficar mais leve e o futuro menos assustador.
O que quero dizer com isso?
Bem, a ideia é a seguinte: acumular menos, projetar menos, viver mais. Presentemente.

Se acumularmos menos sujeira, limpando todo e qualquer ruído que seja, físico ou mental no agora, mais livre vai tornando-se a estrada da vida para trafegarmos.

Se acumulamos menos coisas, menos objetos, menos roupas, menos preocupações, mais leve vai tornando-se esse caminhar.

A maioria de nós foi educada na teoria de que quanto mais tivermos e quanto mais formos (em termos de comunidades), mais prósperos seremos.
Uma teoria que discordo totalmente.

Taí a Raimunda com sua dica ao mesmo tempo simples e sofisticada e a NATUREZA para nos ensinar.

Podemos observar muitos exemplos na natureza de pequenas comunidades, onde seus integrantes, de forma simples, precisa e descentralizada, criam universos eficientes e circulares, gerando energia, alimento e certa auto-suficiência, como é o caso das abelhas, de alguns insetos e dos corais. 

Nesses exemplos, podemos observar uma perseverança de seus indivíduos e uma cooperação interna que transforma o individual no coletivo e a presença de suma importância. Todas essas comunidades, apesar de parecerem encerrar-se em si mesmas, fazem parte de um sistema macro que inclui milhares de outras formas de vida, formando uma biodiversidade maravilhosa e necessária para a vida na Terra.

Então, como podemos levar estes ensinamentos para nossa vida cotidiana?

Se nos propusermos a fazer uma comida, que estejamos lá, fazendo, prestando atenção nos ingredientes, retirando deles tudo o que podemos aproveitar, respeitando o tempo dos processos e aproveitando todas as transformações e saboreando os resultados.

Ao brincar, cozinhar, ler ou qualquer outra coisa com nossas filhas e filhos, que o momento seja verdadeiro, vivido com intensidade, com nosso olhar voltado para os pequenos e nossos ouvidos voltados para esta escuta tão importante e que pode significar tanto na vidinha e desenvolvimento deles.

E, se formos consumir qualquer coisa, de alimentos a roupas, de eletrônicos a bugigangas, é importante pensarmos sobre as nossas verdadeiras necessidades e a realidade dos impactos ambientais das nossas micro escolhas de consumo para nosso macrocosmo.

Minha dica de hoje é o filme​ Minimalismo: um documentário sobre as coisas importantes,​ de Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus,​ ​disponível na Netflix ​que trata sobre um ​movimento que prega que viver com menos posses dá liberdade, para se ter uma vida com mais propósito e focar no que realmente importa, como passar mais tempo com a família ou buscar um emprego no qual é possível ter maior satisfação.

E, como sempre, cozinhe com seus filhos e filhas! Aí vai mais uma receita simples, com pouquíssimos ingredientes e super sofisticada para sua coleção familiar!

Receita de Almendrado

Os almendrados são doces tradicionais em Portugal e no sul de Espanha. Eles têm como ingrediente principal a amêndoa. Usa-se também a folha de hóstia, na parte inferior (pode-se fazer sem), e uma amêndoa inteira para decorar o topo.

Modo de preparo

Aquecer o forno na temperatura mais baixa, espalhar a farinha de amêndoas em uma assadeira e levar ao forno por aproximadamente 10min. Não é para torrar, apenas secar. Pode ser feito na frigideira também.

Esperar a farinha esfriar e misturar com o açúcar, depois as claras aos poucos. Não deve ficar uma massa muito líquida.

Fazer bolinhas de aproximadamente 3cm de diâmetro e colocar em assadeira untada com manteiga.

Assar por 20-25min em forno baixo. Ingredientes:

●  250g farinha de amêndoas

●  50 gr de amêndoas inteiras sem casca para decorar

●  200g açúcar

●  3 claras de ovo (​Para você usar aquelas claras de ovos que sobraram de uma

receita com gemas e não desperdiçar!)

Como preparar

  1. Aqueça o forno na temperatura mais baixa, espalhe a farinha de amêndoas em uma assadeira e leve ao forno por aproximadamente 10min. Não é para torrar, apenas secar. Pode ser feito na frigideira também;
  2. Espere a farinha esfriar e misture com o açúcar;
  3. Acrescente as claras, aos poucos. Não deve ficar uma massa muito líquida;
  4. Faça bolinhas de aproximadamente 3cm de diâmetro, coloque uma amêndoano topo e coloque em uma assadeira untada com manteiga. Se for usar abase de hóstia, coloque 3 bolinhas em cada base.
  5. Asse por 20-25min em forno baixo.

Dica: Tradicionalmente, a massa é assada usando uma hóstia como base, onde são colocadas três bolinhas de massa que se unem quando crescem.
A hóstia não está na lista de ingredientes, mas é fácil de comprar pela internet, e pode ser de 7,5cm de diâmetro.

Você pode acessar outras receitas no site comida e cultura.

*Ariela Doctors é chef, comunicadora e mãe




ColunistasAriela DoctorsDestaquesFamíliaHomeCriançaPrimeira Infância