Papo de Mãe
Papo de Mãe

Menina que caiu em parquinho continua internada em Vitória, ES

Roberta Manreza Publicado em 01/07/2016, às 00h00 - Atualizado às 12h45

None
1 de julho de 2016


Por Mariana Kotscho e Roberta Manreza

Isabele Vitória, de 5 anos, caiu do escorregador no parquinho da creche, bateu a cabeça e sofreu traumatismo craniano. Ela brincava durante o recreio quando o acidente aconteceu.

Como evitar acidentes graves

Como evitar acidentes graves

A ONG Criança Segura faz o alerta: pisos de parquinhos não podem ser cimentados, eles precisam ter material que absorva impacto, como gramado ou piso de borracha, o que pode evitar traumatismos mais graves.

A brincadeira em parquinhos de áreas públicas, escolas, condomínio ou qualquer outro lugar deve sempre ter a supervisão de um adulto. No caso do escorregador, é preciso verificar se o brinquedo está em boas condições, se tem apoio para a criança sentar antes de escorregar e se é extenso no final da descida, para a criança diminuir a velocidade.

Se ralar durante uma brincadeira (e pequenos machucados) fazem parte. Mas traumatismo mais graves e até mortes podem ser evitados com medidas de prevenção. Infelizmente esses casos ainda acontecem em parquinhos por todo o país. Brinquedos sem segurança, sem fiscalização e sem manutenção colocam as crianças em risco.

1370180578847

Segurança para a criança explorar como quiser

Nós, do Papo de Mãe, conversamos com o pai de Isabele Vitória, o vendedor Amauri Ferreira de Souza. Ele disse que, embora tenha saído da UTI, o estado de saúde da filha ainda inspira cuidados. Ela está internada há mais de uma semana no Hospital Infantil de Vitória, no Espírito Santo. Estamos na torcida para que ela se recupere logo.

#queromeuparquinhoseguro




ComportamentoDicasHomeNotícias3 a 8 anos9 a 12 anosReportagemSaúde