Papo de Mãe
Papo de Mãe

Máscaras e crianças

Mariana Kotscho Publicado em 09/02/2021, às 00h00 - Atualizado às 13h19

None
9 de fevereiro de 2021


Muitos pais e mães ainda têm dúvidas: afinal, criança deve ou não usar máscara e a partir de que idade? O Papo de Mãe ouviu pediatras e tem a posição da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Por Mariana Kotscho*

Máscaras protegem a criança e quem está em volta. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, a máscara é recomendada para crianças a partir de 2 anos, principalmente pelo alto índice de contágio que ainda estamos vivendo no Brasil.

Nene do Zap

As crianças também precisam ser orientadas ao uso correto da máscara. E, claro, vale conversar sempre com a garotada para explicar que as coisas ainda estão um pouco diferentes e que lavar as mãos também é fundamental! O melhor mesmo é com água e sabão.

A pediatra Rafaella Gato, do saúde4kids, explica que a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) proibiram o uso de máscaras por crianças com menos de dois anos por risco de sufocamento. De 2 a 5 anos, ela é incentivada e a partir dos 6 anos, obrigatória. As máscaras protegem as outras pessoas quando quem está usando estiver infectado pela covid-19, mesmo sem saber (pessoa assintomática). “Máscaras de tecido ou cirúrgicas também oferecem alguma proteção para a criança que utiliza”, diz a médica, que faz um alerta: “O uso de máscaras em crianças deve ser incentivado, mas precisa haver um mínimo de segurança. Entre 3 e 6 anos, as crianças podem se beneficiar do uso se não tocarem muito a boca ou o nariz. Menores de 2 anos, pessoas com problemas respiratórios ou que estejam inconscientes, incapazes de remover uma cobertura do rosto sem assistência, não devem usar máscaras.”

Vale a pena lembrar que as trocas devem ser feitas com regularidade e que a criança vai precisar de auxílio para colocar e tirar a máscara. Além disso, durante esses momentos em que a máscara não está sendo utilizada, ela deve ser armazenada adequadamente para evitar propagação de infecção.

Máscaras não causam falta de ar ou fazem mal para asmáticos, pelo contrário, se tornam uma proteção a mais para essa população mais fragilizada. Sendo de tecido ou cirúrgica, fazer as trocas no tempo adequado, usar corretamente cobrindo boca e nariz e não apresentando “vazamentos” qualquer modelo pode ser seguro quando bem utilizado.

Lugar de máscara não é no queixo, nem pendurada na orelha.

O pediatra Leonardo Posternak também destaca que crianças com problemas respiratórios precisam ser avaliadas pois pode ser contra-indicado o uso das máscaras: “Outra recomendação pelas novas variantes ou em regiões muito contaminadas é usar duas máscaras juntas. A melhor é a N95, que não deve ser lavada. Deixando “pendurada”, pode ser reutilizada por até 3 dias.”

A pediatra Ana Escobar ressalta ainda que o risco de contágio está alto e  por isso, neste momento, a recomendação é para usar máscaras a partir de 2 anos: “A máscara só não é recomendada acima de 2 anos se a criança tem alguma situação que fique desconfortável com uso da máscara, como crianças com problemas neurológicos, respiratórios, alguma doença incapacitante ou deficiência intelectual que a impeça de entender a importância de ficar com a máscara”.

Já o médico de família Roberto Jaguaribe Trindade chama a atenção para detalhes que fazem diferença: “É recomendável não utilizar máscaras com costuras na parte central, pois podem não oferecer proteção suficiente. Uma dica fácil e prática para saber se a máscara está adequada é tentar apagar a chama de uma vela ou isqueiro soprando sob a máscara: se for fácil apagar, não oferece proteção suficiente.”

Dicas do Nenê do Zap

Com curadoria da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, foi criado o Nenê do Zap, um personagem fofo que tem o objetivo de incentivar a conversa e a interação dos adultos com a “nenezada”. Para isso, ele apresenta, de maneira didática e divertida, informações e dicas para auxiliar no dia a dia com a criança e instrumentalizar diversos agentes que atuam com a primeira infância, entre eles pais, mães, educadores e cuidadores. É possível adicionar o Nenê do Zap no whatsapp pelo número: 11 99443-8964. Ele responde com várias dicas. No vídeo abaixo, o Nenê do Zap dá dicas sobre o uso de máscaras pelas crianças.

Confira as dicas do Nenê do Zap sobre uso de máscaras por crianças:

@nenedozap

*Mariana Kotscho é jornalista e apresentadora do Papo de Mãe

Veja também:

Entrevista com médico Roberto Trindade: “Não sou a favor do retorno das aulas sem vacina”

Entrevista sobre educar filhos, inclusive na quarentena – com Leonardo Posternak

Dra. Ana Escobar fala sobre coronavírus para o podcast do Papo de Mãe

Mitos e verdades sobre infecções respiratórias, por saúde4kids




Mariana Kotscho (2)DestaquesPandemiaCriançaPrimeira Infância