Papo de Mãe
Papo de Mãe

Limites: comentário de telespectadora

pmadmin Publicado em 18/02/2010, às 00h00 - Atualizado às 12h52

18 de fevereiro de 2010


Pessoal, hoje, quinta-feira, 18h30,  o tema do Papo de Mãe é LIMITES.Recebemos este comentário numa postagem sobre filhos únicos, mas gostaríamos de reproduzi-lo aqui para vocês, pois tem muito a ver com o tema do programa de hoje.Com a palavra, nossa telespectadora Simone Viana de  Recife/PE:    “Olá, em primeiro lugar gostaria de parabenizar pelo programa, tenho aprendido muitas coisas. Sou mãe de uma menina e tenho certeza que não é prejudicial ter apenas um filho. Depende muito da educação passada pra ele. Como sempre quis ter apenas um filho (e uma menina) me preparei, educando-me antes para não estragar minha filha. Nunca a mimei a ponto de deixá-la patricinha, mimadinha, pirracenta, egocêntrica, etc. Trabalho o dia todo e nem por isso dou tudo o que ela quer para suprir minha ausência. Converso com ela e digo que papai e mamãe precisam trabalhar para ter dinheiro e comprar as coisas que são necessárias, o que inclui diversão tb. Ensinei-a que nem todas às vezes podemos ter algo na hora que queremos, então quando vamos ao shopping e ela se interessa por algo, me pergunta se tenho dinheiro e se pode comprar aquilo. Independente da minha resposta, ela aceita numa boa, mas para isso precisa de uma grande lição durante e nos primeiros anos de vida. Muitos pais acham que os filhos são pequenos demais para entender certas coisas, certas instruções. Enganam-se, eles são mais espertos que nós. Showzinho no meio do shopping, nem pensar, basta um olhar e mais nada para ela entender. Era assim que minha mãe fazia comigo e nem por isso fiquei frustrada. Desde pequeninhos devemos mostrar quem está no controle. “ah dá pra ele, bichinho, é só uma criança, ele para de chorar, dá pra ele”. É ai que começa. As crianças usam o choro como arma de conquista para obter tudo que querem, fazem aquela carinha de inocente e os pais com pena cedem e dominam a situação.No meu ponto de vista é importante nunca ter medo de dizer NÃO, pois sem limites nossas crianças se tornarão adultos egoístas, racistas, sem respeito uns com outros, etc.”Abraços,
Simone Viana – Recife/PE

Simone, é isso aí! Parabéns! Muito obrigada pela audiência e participação!!!
Pessoal, para ver as demais postagens sobre o assunto de hoje, cliquem aqui.
Um grande beijo!!!