Papo de Mãe
Papo de Mãe
» NOVIDADE

Governo de SP aprova projeto que inclui bolsa-auxílio para mães solos e vítimas de violência doméstica

Sancionado o programa Bolsa do Povo, que pagará benefícios para a população carente, incluindo mães e mulheres vulneráveis

Redação Papo de Mãe Publicado em 28/05/2021, às 12h14

Benefício do programa Bolsa do Povo irá priorizar mães e mulheres em situação de vulnerabilidade econômica e social
Benefício do programa Bolsa do Povo irá priorizar mães e mulheres em situação de vulnerabilidade econômica e social

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), sancionou o projeto Bolsa do Povo nesta última quinta-feira (27). A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado, e comemorada pela deputada Marina Helou (Rede), autora da emenda que prioriza o benefício para mães solos e mulheres em situação de violência doméstica.

O programa engloba ao todo oito benefícios, entre eles, o Bolsa-Trabalho (antigo Auxílio-Desemprego). Este, dará mais atenção às mães e mulheres vulneráveis em todo o estado de SP. O benefício pode chegar a um salário mínimo. 

No início do mês, oPapo de Mãe contou a novidade assim que a emenda foi aprovada pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Na ocasião, Marina Helou comentou com exclusividade sobre o avanço da pauta.

“Eu fico muito feliz de poder garantir que as pessoas mais impactadas por essa crise, as mulheres, as mães, as mães solteiras, que são em sua maioria negras, possam, de fato, receber o auxílio em primeiro lugar”, afirmou.

Leia também

Segundo o governo do estado, para este ano estão previstos R$ 1 bilhão em recursos para o Bolsa do Povo, que incorpora os programas Renda Cidadã, Via Rápida, Bolsa-Trabalho, Ação Jovem, Bolsa Talento Esportivo e Aluguel Social.

Além disso, mães e pais vão ser contratados para trabalhar nas escolas da rede municipal. Com a pandemia da Covid-19, o monitoramento dos protocolos de saúde precisam ser reforçados, aponta o governo.

O Bolsa do Povo vai pagar benefícios de até R$ 500 e poderá beneficiar até 500 mil pessoas direta e indiretamente nos 645 municípios.

dinheiro
O programa Bolsa-Trabalho poderá chegar a um salário mínimo

DestaquesHomeNotíciasPolítica é a Mãe