Papo de Mãe
Papo de Mãe
» GRAVIDEZ

Gestação de múltiplos. Quais os cuidados?

A ginecologista e obstetra Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe, fala sobre o pré-natal da gestação de gêmeos ou mais bebês

Mariana Kotscho* Publicado em 06/07/2021, às 23h17

Dra.Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe
Dra.Ligia Santos, colunista do Papo de Mãe

Imagine só descobrir a gravidez e, então, ter mais uma surpresa: é mais de um! A ginecologista e obstetra Ligia Santos explica que esta é uma gestação considerada de alto risco, já que a natureza preparou as mulheres para gerarem um bebê por vez - eles são ficam grandes dentro da barriga, precisam de espaço.

O ideal é que o bebê nasça por volta das 40 semanas e com um bom tamanho. Quando há mais de um bebê, é maior o risco de parto prematuro, além de aumentarem riscos para mães e bebês. Por isso tudo, o pré-natal desta grávida deve ser diferente, ter um acompanhamento ainda maior.

Veja também

A instensidade dos acontecimentos na gestação múltipla é maior, inclusive porque há mais hormônios. Então riscos como diabetes gestacional e outras complicações são maiores.

Quantos mais bebês, maior a possibilidade de os bebês nascerem antes da hora. 

Pode ter parto normal de gêmeos?

A médica explica que com dois bebês isso é possível sim, desde que os dois estejam com a cabeça virada para baixo. Mas pode acontecer de um sair normal e outro precisar de cesariana. "Embora isso seja muito pessoa, mais do que dois não é recomendado tentar o parto normal", alerta a Dra.Ligia Santos.

O que aumenta a chance de gravidez múltipla?

A ginecologista Ligia Santos lista quatro tipos de mulheres com mais possibilidades de engravidar de gêmeos ou mais. Veja quais são:

  • mulheres com mais de 40 anos
  • mulheres com histórico familiar de gêmeos
  • mulheres que já tiveram vários partos
  • mulheres que fazem tratamento para engravidar

O primeiro ultrassom da grávida de múltiplos deve ser feito no máximo até 14 semanas de gestação, para checar quantos bebês são e se eles são de um mesmo óvulo (idênticos) ou mais. A gestação de gêmeos idênticos é mais rara e inspira mais cuidados.

Tendo os cuidados adequados no pré-natal, os riscos são reduzidos. E então, é só aproveitar.

Assista ao vídeo da Dra.Ligia Santos sobre gestação múltipla

*Mariana Kotscho é jornalista

ColunistasDra.Ligia SantosGravidez