Papo de Mãe
Papo de Mãe

Filhos: Um desafio ou uma oportunidade?

Filhos: Como cuidar, educar e respeitar?

Roberta Manreza Publicado em 05/04/2021, às 00h00 - Atualizado às 14h06

None
5 de abril de 2021


Você já tentou colocar uma camiseta em um “polvo com oito braços”? É como vestir uma criança contra a vontade dela. O que é criar filhos para você? 

Por Dr.  Moises Chencinski*

No dicionário, desafio pode ser “uma atitude que revela desrespeito ou desacato; afronta, provocação” ou “uma disputa poética cantada em forma de diálogo, geralmente improvisado, conhecido em todo o Brasil, especialmente no Nordeste”.

Mas não é sobre esse desafio que quero falar hoje. Será que … “situação ou problema cujo enfrentamento demanda esforço e disposição firmeou o “ato de instigar alguém a realizar algo que supostamente está acima da sua capacidade”?

Também nem tanto.

Acho que, entre os significados no dicionário, está mais para “viver o novo, o não tão conhecido”.

Filhos: Como cuidar, educar e respeitar?

Tá bom esse desafio pra você? Fácil? Tem como se preparar para isso?

Um exemplo simples?

Como se preparar para vestir uma camiseta em seu bebê (contra a vontade dele)?

Desafio de vestir um bebê

Sugestão:

Compre um polvo vivo e uma camiseta.

Tente colocar a camiseta no polvo.

Tempo permitido: 5 minutos.

Não é quase isso? Você consegue colocar a cabeça, uma mão… com muito esforço a outra e, do nada, aparece “outra mão” que tira a camiseta.

Isso sem contar os palpites da vizinhança, muito experiente com a sua situação.

– Segura uma mão.

– Não, não. Começa pela cabeça.

– Acho melhor pegar no colo antes.

– Já tentou colocar a criança no meio das tuas pernas e prender?

Oi?

Sim, existe como se informar.

Sim, é importante uma rede de apoio.

Sim, nem sempre se acerta.

Sim, a sua intenção sempre será a melhor.

Mas, acima de tudo, sim, você é capaz.

Certo? Errado? Como definir?

Segue teu coração. Segue teu instinto. Segue a tua intuição.

E peça ajuda, apoio, sempre que precisar.

Cerque-se de pessoas e profissionais que te acolham, que te protejam e que não te julguem.

Linda jornada de sonhos e desafios. Olhar pra frente? Sim. Mas sem deixar de olhar pra trás, pra saber de onde vieram, e para os lados, para saber com quem estão”.

Escrevi isso hoje em um post no Instagram (@2maes4bebes – linda história), que aliás motivou esse post.

É um desafio? Sim. Mas também é uma oportunidade.

Dicionário?

Ocasião favorável; circunstância oportuna e propícia para a realização de alguma coisa; ensejo”.

Vai de como se encara cada situação.

Por experiência própria, posso garantir que… não sei.

É tão imenso. Tão maior. Tão inexplicável que só vivenciando mesmo.

Com amor, respeito, paciência, mente aberta… o caminho fica mais feliz.

E com isso, você consegue o que quiser. Até colocar a camiseta no polvo…

*Dr.  Moises Chencinski , pediatra e homeopata.

Presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo (2016 / 2019 – 2019 / 2021).
Membro do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (2016 / 2019 – 2019 / 2021).
Autor dos livros HOMEOPATIA mais simples que parece, GERAR E NASCER um canto de amor e aconchego, É MAMÍFERO QUE FALA, NÉ? e Dicionário Amamentês-Português
Editor do Blog Pediatra Orienta da Sociedade de Pediatria de São Paulo.
Criador do Movimento Eu Apoio leite Materno.

Veja também:

A difícil arte de criar filhos

“Nada é mais importante do que criar pessoas legais”, diz Marcos Mion

Podcast: Como não criar pequenos imperadores




ColunistasMoises ChencinskiComportamentoDesenvolvimentoDestaquesDicasEducaçãoBebêHome0 a 2 anos3 a 8 anos9 a 12 anosAdolescenteCriançaPrimeira InfânciaSaúde