Papo de Mãe
Papo de Mãe
» CRIANÇA SEGURA

Festa Junina em casa: 7 dicas para prevenir queimaduras em crianças

A informação é a melhor forma de prevenir acidentes com crianças. E devemos ter cuidado com festa junina, mesmo dentro de casa

Por Erika Tonelli* Publicado em 15/06/2021, às 08h00

A pequena Olga se arruma para a festa junina em casa
A pequena Olga se arruma para a festa junina em casa

Junho, além de ser a época de uma das festividades mais queridas dos brasileiros, a Festa Junina, é o mês dedicado à prevenção de queimaduras. Infelizmente, pelo segundo ano consecutivo não é possível aproveitar o São João da forma tradicional, reunindo a comunidade em torno da quadrilha, das barraquinhas de brincadeiras e da fogueira.

[Colocar ALT]
Colocar a roupinha de festa junina faz parte da diversão

Mas, para a data não passar em branco e garantir momentos gostosos em família, vale adaptar o Arraiá para ele acontecer dentro de casa e assim garantir a tradição com as crianças. Para isso, use a criatividade para decorar a sala ou quintal com bandeirolas; faça comidinhas típicas com milho, como canjica

e pamonha; e coloque uma trilha sonora com músicas de quadrilha ou forró.

Agora, o que não se pode adaptar é a segurança das crianças. Pais e responsáveis devem ficar atentos para evitar acidentes, principalmente as queimaduras. Elas são a segunda causa de hospitalização entre crianças de 1 a 14 anos de idade e, além do próprio ferimento, podem provocar sequelas funcionais, estéticas e psicológicas, sendo que algumas permanentes.

Veja também

Então, para aproveitar a festa com segurança, fique atento para alguns cuidados importantes para evitar queimaduras com as crianças:

  1. A cozinha é um dos locais em que ocorrem vários acidentes, inclusive queimaduras. Mantenha as crianças longe dela, principalmente durante o preparo das comidas típicas.
  2. Procure cozinhar usando as bocas de trás do fogão e sempre com os cabos das panelas virados para dentro.
  3. Deixe as comidas e líquidos quentes no centro da mesa, longe do alcance das crianças e evite o uso de toalhas compridas. As crianças podem puxar esses tecidos, causando escaldadura ou queimadura de contato.
  4. Ensine às crianças como elas podem brincar de forma segura com bombinhas e estalinhos, evitando estourá-los perto de outras pessoas ou de objetos que podem se quebrar e soltar estilhaços, como garrafas de vidro.
  5. Ainda sobre bombinhas e estalinhos, explique às crianças que elas não devem carregá-los nos bolsos, pois eles podem acidentalmente explodir e provocar uma queimadura grave, e nem brincar com eles perto de fogo ou de objetos inflamáveis.
  6. Mantenha materiais inflamáveis, como álcool, fósforo e bombinhas, longe do alcance dos pequenos e do fogo.
  7. Em tempo de pandemia de covid-19, lembre-se que o álcool gel 70% é inflamável, por isso, depois de manuseá-lo, não tenha contato com fontes de chamas, como do fogão e de isqueiros. Para mais orientações sobre cuidados com o uso de álcool 70%, clique aqui!

*Erika Tonelli é coordenadora geral do Instituto Bem Cuidar, braço de conhecimento da Aldeias Infantis SOS Brasil e responsável pela continuidade do legado da ONG Criança Segura.

ColunistasErika TonelliSegurança Infantil