Papo de Mãe
Papo de Mãe

Febre amarela: proteja as crianças. Quem deve ser vacinado?

Roberta Manreza Publicado em 19/01/2017, às 00h00 - Atualizado às 11h16

None
19 de janeiro de 2017


Saúde4Kids*

Desde o início do ano tem sido registrado aumento no número de casos de febre amarela silvestre, aquela transmitida por mosquitos presentes na mata. Durante todo o ano de 2015 foram registrados apenas 9 casos de febre amarela silvestre. Desde o começo desse ano foram notificados mais de 100 casos suspeitos, alguns evoluindo para óbito, principalmente nas regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste.

A preocupação é a possibilidade de reaparecimento de casos de febre amarela urbana, aquela transmitida pelo mosquito Aedes, o mesmo que transmite a dengu, a zika e a chicungunha.

Quem deve ser vacinado?

Por enquanto, o Ministério da Saúde recomenda que as pessoas que residem ou viajam para regiões silvestres, rurais ou de mata dos municípios que compõem a Área com Recomendação de Vacinação, se vacinem contra a febre amarela, conforme mapa abaixo.

Para crianças que preencham esses critérios a recomendação é: 

– 6 a 9 meses: a vacina só é indicada em situação de emergência epidemiológica

– 9 meses a 5 anos: 1 dose aos 9 meses e reforço com 4 anos (se tomar primeira dose após os 9 meses, devem ser feitas duas doses com intervalo mínimo de 30 dias)

– Após 5 anos: Quem recebeu 2 doses não precisa mais vacinar. Quem recebe só 1 dose deve receber a segunda. Quem nunca foi vacinado ou não sabe deve receber 1 dose e fazer reforço após 10 anos.

Gestantes e mulheres amamentando bebês com menos de 6 meses não devem receber a vacina. Em caso de emergência epidemiológica o risco/benefício deve ser avaliado. Alergia a ovo também é contraindicação para a vacina.

Além da vacina, o uso de repelentes também é indicado na prevenção da doença. Crianças, gestantes e lactantes podem utilizar produtos regulamentados pela Anvisa.

(Foto mapa) – mapa disponibilizado no site do ministério da saúde em 11/01/17

*Saúde4Kids é um portal com informações direcionadas especialmente a mamães e papais ou responsáveis pelos cuidados com as crianças nos mais variados aspectos, desde a fase bebê até a adolescência. Foi criado em 2015 pelas médicas e pediatras Fernanda Viana, Rafaela Gato Calmon e Ana Laura Kawasaka para compartilhar conhecimentos técnicos e experiências pessoais, a fim de orientar toda a família sobre cuidados com a saúde, bem-estar e comportamento da criançada. O Portal Saúde4Kids também está no Instagram, Facebook e Youtube.




HomeNotícias0 a 2 anos3 a 8 anosSaúde