Papo de Mãe
Papo de Mãe
» FINANÇAS

Entender o orçamento familiar também é coisa de criança!

A colunista Maria Fernanda Lopes explica que desde cedo é importante saber sobre o orçamento familiar para aprender a lidar com dinheiro

Maria Fernanda Lopes* Publicado em 30/10/2021, às 07h00

Crianças devem aprender a lidar com dinheiro
Crianças devem aprender a lidar com dinheiro

Você acha que orçamento familiar é coisa só de gente grande? Não é não!

Mas como fazer isso de uma forma que a criança se interesse pelo assunto e participe?

Em primeiro lugar precisamos saber o que é orçamento familiar e como controlá-lo, pois, é dessa forma que será possível garantir a saúde financeira da família e investir para o futuro.

O orçamento familiar é a principal ferramenta de controle financeiro, que nos permite ter uma visão clara das receitas e despesas da casa e, por isso, toda a família deve estar envolvida.

Assista ao Papo de Mãe sobre finanças do casal

Com ele, você consegue equilibrar suas contas, atingir objetivos financeiros e planejar o futuro com mais segurança e tranquilidade.

Registrar tudo o que entra (salário, rendimentos de aplicações, aluguéis recebidos, etc.) e tudo o que sai da sua conta bancária (contas, aluguel pago, impostos, etc.). Com objetivo, claro, de gastar menos do que se ganha — e, preferencialmente, investir esse excedente. 

Ao acompanhar seus gastos e ganhos rigorosamente, você terá uma média de despesas e receitas mensais da casa para usar como referência no planejamento. 

Com o orçamento familiar sob controle, você já pode estabelecer suas metas de economia e de projetos de curto e longo prazos

Metas de economia seriam por exemplo gastar menos energia elétrica (apagando as luzes ao sair dos ambientes), gastar menos água (banhos mais rápidos), diminuir a conta de celular e internet (principalmente!!!) por exemplo..... e nisso as crianças podem e devem participar!

Como metas de curto prazo você deve listar produtos e serviços que pretende adquirir em breve e nas metas de longo prazo, entram viagens, aposentadoria, compra de automóveis, imóveis, entre outros objetivos financeiros.

Educação financeira é algo que temos que ter e que toda criança deve aprender para que no futuro possa lidar de uma forma mais saudável com o dinheiro. E, como a maioria das escolas brasileiras não ensina isso, a melhor maneira de introduzir o assunto com os pequenos é falando sobre orçamento familiar, e mostrando de forma bem prática como a família administra as finanças.

É importante mostrar para a criança quais os principais gastos, quanto custa cada coisa e porque economizar.

Quando a criança entende que o dinheiro gasto mensalmente no pagamento de contas altas poderia ser utilizado para outras coisas, como lazer ou na compra de algo mais “interessante”, fica mais fácil para ela organizar suas próprias ações de economia.

Outra coisa muito importante é que a criança conheça a realidade financeira da família e entenda as razões pelas quais pode receber uma negativa ao pedir coisas supérfluas ou fora de hora.

Pode parecer complicado no início, mas a educação financeira deve ser uma ferramenta de transformação para toda a família. Diante da necessidade de dar bons exemplos, os pais podem passar a corrigir suas atitudes e sua própria relação com o dinheiro mudando hábitos de consumo como compras por impulso e gastos supérfluos. Afinal, as crianças aprendem melhor com exemplos, e a família é quem deve dar a base e o suporte para um futuro melhor!

Veja também

No caso das crianças mais velhas, outra forma de mostrar a importância do controle do orçamento é dar uma mesada e orientar seu uso mostrando que, caso gaste demais, ficará sem direito de comprar ou fazer coisas até o mês seguinte. Longe de ser uma ameaça, isso já será um treinamento para a vida adulta quando todos temos que respeitar os limites de nossas rendas.

Caso os gastos ultrapassem o valor planejado, delegue a eles tarefas extras que mereçam alguma recompensa como por exemplo lavar o carro ou algo que já não seja uma responsabilidade habitual deles.

Enfim....ensinando nossas crianças sobre a importância de um orçamento familiar bem controlado, estaremos contribuindo para formar adultos mais preparados para fazer escolhas conscientes e lidar de forma saudável com o dinheiro, atingindo suas metas de curto e médio prazos e realizando sonhos em família.

Maria Fernanda
Maria Fernanda Lopes

*Maria Fernanda Lopes, CFP ® é Agente Autônomo de Investimentos da One Investimentos/BTG Pactual. Está há 22 anos no mercado financeiro, mãe, esposa e filha. A One com Ela$ é uma assessoria especializada em mulheres que fornece as mais eficientes soluções financeiras, com a intermediação do BTG Pactual, buscando oportunidades, ampliando os horizontes e promovendo o crescimento mútuo.

ColunistasMaria Fernanda Lopes