Papo de Mãe
Papo de Mãe

VESTIBULAR – Enfrentando o estresse pré-vestibular

pmadmin Publicado em 04/12/2013, às 00h00 - Atualizado em 03/10/2014, às 20h06

None
4 de dezembro de 2013


por Armando Ribeiro*

Prof. Armando Ribeiro
Vestibulares, provas e concursos não são apenas para os alunos com “sorte” ou para aqueles considerados “gênios”, mas exigem fundamentalmente um planejamento de estudo seguido por uma rigorosa disciplina e força de vontade.

Não basta sair estudando tudo de uma vez, sem um método claro. Muitos alunos desperdiçam um precioso tempo de estudo por causa de sua desorganização, obsessão por detalhes irrelevantes, falta de objetividade com o conteúdo programático exigido e principalmente por falta de aprender um método eficaz de aprendizagem.

O resultado de tanta tensão é o estresse pré-vestibular. Um estudo divulgado pela FAPESP apontou que cerca de 56,3% dos vestibulandos apresentavam sintomas de ansiedade, com predominância das queixas: nervosismo, medo de que aconteça o pior, incapacidade de relaxar, sensação de calor e indigestão, entre outros.   Algumas dicas simples podem ajudá-lo a equilibrar as emoções e alcançar o melhor resultado possível para o esforço aplicado.

1-     Defina os objetivos do estudo.

2-    Crie o hábito de estudar regularmente, se possível, sempre no mesmo ambiente de estudo (ex. calmo, tranquilo e com todo o material necessário).

3-    Estude por pequenos períodos regulares, faça muitos exercícios e testes. Longos períodos de estudo são improdutivos.

4-    Estilo de vida saudável é fundamental. Seu cérebro precisa de neurotransmissores essenciais para manter o foco, consolidar a memória e manter-se afiado para a prova.

5-      Aprenda técnicas de redução do estresse (ex. respiração profunda, meditação, ioga, entre outros).

6-    Visualize o dia da prova, com o maior número de detalhes. Crie uma imagem mental positiva, se concentrando em um estado de calma e serenidade.

Um aluno considerado “campeão” de diversos concursos vestibulares resumiu o seu segredo: “Dedicação e disciplina são a receita para o sucesso”.

Lembre-se: sem um pouco do estresse positivo (fase de alerta), você pode se atrasar para a prova, mas com estresse excessivo (fase de exaustão) você pode perdê-la!

*Prof. Armando Ribeiro é Psicólogo e Coordenador do Programa de Avaliação do Estresse do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo. Participou como convidado do Papo de Mãe sobre VESTIBULAR, exibido no dia 01.12.2013.

.




EducaçãoEnsino Superior