Papo de Mãe
Papo de Mãe

Dor nas costas das crianças – Quando é hora de procurar um especialista?

Roberta Manreza Publicado em 22/09/2016, às 00h00 - Atualizado às 08h11

None
22 de setembro de 2016


Por Leonardo Machado, fisioterapeuta *

Dor nas costas não é exclusiva dos idosos. Esse desconforto é, na verdade, bastante comum em todas as idades. Em crianças, por exemplo, os incômodos na coluna estão se tornando mais frequentes. Muitos adultos custam a acreditar que um problema como esse já atinge os mais novos e, por isso, acabam retardando o tratamento ou não cultivando hábitos para evitar o problema.

 O fisioterapeuta Leonardo Machado, especialista em Saúde Integrativa explica abaixo como evitar ou tratar a dor nas costas em crianças:

  • Má postura na cadeira do colégio — o próprio formato da cadeira pode não ajudar, por isso, é importante que as cadeiras sejam mais ergonômicas e faltam também atividades que privilegiem o chão;
  • A cadeira da mesa de estudos também deve estar adequada com a altura da mesa, permitindo que os dois pés fiquem completamente apoiados no chão;
  • Peso exagerado das mochilas;
  • Falta de exercícios físicos para a flexibilização e movimentação corporal;
  • Hábitos sedentários, como ficar muito tempo na frente da televisão, computador ou videogame;
  • Algum tipo de queda que a criança tenha sofrido;
  • Obesidade infantil (intoxicação alimentar).

mochila

E como prevenir dor nas costas em crianças?

A melhor forma de tratamento é a prevenção. Então, comece a estimular o seu filho para que ele crie bons hábitos nas mais diversas situações. Isso é de grande importância, já que se a dor não for logo tratada na infância, ela pode se tornar crônica e prolongar-se até a idade adulta.

  • Incentive a prática de exercícios. 
É muito significativa a prática de atividades físicas. Os esportes são uma boa tática porque trabalham diferentes grupamentos ósseos e musculares e ainda previnem contra a obesidade infantil.

 As crianças podem fazer natação, judô, capoeira, entre várias outras opções. Os exercícios devem ser praticados, pelo menos, 2 vezes por semana.
  • Reduza o peso da mochila.
 Essa é uma das principais causas das dores nas costas em crianças. É tarefa dos responsáveis observar a mochila da criança todos os dias e verificar o peso.

 Uma boa ideia é que a escola tenha armários nos quais possam ser deixados os livros para que não seja necessário serem carregados todos os dias, diminuindo, assim, o peso da mochila.

 Há ainda a opção de comprar mochilas de rodinhas em vez das tradicionais, pois são mais práticas e evitam que as crianças façam muito esforço físico.
  • Dê mais tempo livre.
 Muitas crianças, hoje em dia, têm uma rotina tão intensa quanto a de um adulto. Fora a escola e as tarefas de casa, os pais enchem a agenda do filho com cursos de idiomas, aulas de música e outras opções.

 O excesso de tarefas causa estresse, o que, por sua vez, pode desenvolver tensões musculares desproporcionais, causando a dor nas costas. Então, é preciso que os pais se lembrem de que os pequenos precisam de tempo livre para brincar com os amigos, correr e se divertir.
  • Estimule uma alimentação saudável.
 A obesidade infantil é um dos problemas enfrentados pela saúde pública de diversos países. Além de causar dificuldades relacionadas ao funcionamento fisiológico do corpo, ela também pode causa dor nas costas. 

O volume abdominal necessitará uma expansão da parede muscular a frente. Quando há algum sinal de tensão dessa musculatura (independente da forma da barriga), esta adaptação tenderá a recrutar os músculos posteriores da coluna e, automaticamente, desenvolver dores na região. É o mesmo que acontece com uma gestante, por exemplo, quando sente dores pela incapacidade de diminuir o estado de contração dos músculos abdominais. Portanto, também é preciso ter cuidado com a alimentação das crianças. Investir em uma dieta balanceada e saudável é de grande ajuda.

É raro que crianças abaixo de 5 anos reclamem de dores nas costas devido a problemas musculares. Porém, se os sintomas aparecerem, é preciso ficar atento! Antes de levar o seu filho ao médico, repasse a rotina dele durante o dia. Correu muito? A mochila estava muito pesada? Caiu em algum lugar?

 Se a dor persistir, procure um especialista. Afinal de contas, como vimos, a dor nas costas em crianças pode ocorrer por muitas causas que não a muscular.

received_1157815850942148

*Leonardo Machado é especialista em Saúde Integrativa (Conceito SIN), membro da Sociedade Brasileira de Fisioterapia. Formado há 15 anos pela UFRJ, pós graduado em fisioterapia ortopédica pela UNESA-RJ, mestre em bioengenharia pela UNIVAP-SP. Criador da plataforma Por Uma Vida Sem Dor, onde sugere de forma gratuita dicas de atitudes, exercícios e hábitos que podem reduzir o processo da dor.

Assista ao Papo de Mãe sobre ‘A saúde da coluna’ 

Veja também o Papo de Mãe sobre ‘Obesidade Infantil’




ColunistasDestaquesHomeCriançaSaúde