Papo de Mãe
Papo de Mãe
» ALERGIAS

Dia Mundial da Alergia: o que você precisa saber sobre o assunto?

Dermatologista mostra formas de prevenir, observar e tratar reações alérgicas

Sabrina Legramandi* Publicado em 08/07/2021, às 14h37

Reações alérgicas podem ser causadas por produtos ou até por picadas de insetos
Reações alérgicas podem ser causadas por produtos ou até por picadas de insetos

O dia de hoje, 8 de julho, é considerado o Dia Mundial da Alergia. A OMS (Organização Mundial da Saúde) criou a data para alertar a população sobre a importância do tratamento e da prevenção da 4a. doença mais comum no mundo.

As reações alérgicas, que podem ser causadas por uma predisposição ou serem desenvolvidas ao longo da vida, são uma resposta exacerbada do sistema imunológico a certas substâncias que, para a maioria das pessoas, são inofensivas.

“As principais alergias e que atingem todas as faixas etárias da infância são aquelas relacionadas ao contato com materiais ásperos, produtos, como os de limpeza, e até mesmo com animais. Muitas têm reações a picadas de inseto, por exemplo”, explica a doutora Renata Marques Sitler, especialista em dermatologia.

A médica também afirma que, em alguns casos, as alergias podem atingir as mulheres grávidas. “Elas costumam ser bem específicas e podem ser relacionadas, por exemplo, a questões hormonais, no caso das que atingem a pele”.

Veja mais:

Como prevenir?

Para a doutora Renata, a melhor forma e o modo mais fácil de evitar reações alérgicas é não entrar em contato com alérgenos, ou seja, as substâncias que podem induzir essa hipersensibilidade.

Porém, ela afirma que, para que isso aconteça, é necessário estar atento ao que pode provocar a alergia. Como alternativa, ela diz que observar o histórico familiar ou o de reações, pode ajudar.

“Sabendo que há alergia à picada de inseto, por exemplo, é possível prevenir usando repelentes e até instalar mosqueteiro em casa. Se for de alimentos ou produtos, o jeito é não consumir o alimento e não utilizar o produto.” (Dra. Renata Marques Sitler)

No inverno, a médica orienta que se hidrate bem a pele das crianças, mas sempre com recomendação e acompanhamento dermatológico.

Quando procurar um médico?

Em todos os casos, é necessário procurar atendimento quando há suspeita de crise alérgica. Lavar o local com água abundante e sabonete de PH neutro ou usar loções e pomadas alergênicas e calmantes também pode ajudar.

“No caso de alergias aparentes na pele, é necessário procurar um dermatologista. No consultório, será possível que o profissional prescreva tratamentos tópicos e via oral, além de realizar o acompanhamento”, finaliza a doutora Renata Sitler.

*Sabrina Legramandi é repórter do Papo de

Assista ao Papo de Mãe sobre problemas de pele

CriançaGravidezSaúde