Papo de Mãe
Papo de Mãe
» DIA DO ROCK

Dia do Rock, bebê: professor de música conta a importância do ritmo

No Dia do Rock, o professor e músico Vinicius Gomes conta como iniciou sua carreira, a influência do Rock e o trabalho com crianças

Maria Cunha* Publicado em 13/07/2021, às 20h04

A origem da data se dá em razão do Live Aid, um show simultâneo que ocorreu em Londres, na Inglaterra, na Filadélfia e nos Estados Unidos, no dia 13 de julho de 1985
A origem da data se dá em razão do Live Aid, um show simultâneo que ocorreu em Londres, na Inglaterra, na Filadélfia e nos Estados Unidos, no dia 13 de julho de 1985 - Arquivo de Vinicius Gomes

Hoje, dia 13 de julho é o Dia do Mundial do Rock. O Rock n' Roll revolucionou a música e a juventude da segunda metade do século XX. 

A origem da data se dá em razão do Live Aid, um show simultâneo que ocorreu em Londres, na Inglaterra, na Filadélfia e nos Estados Unidos, no dia 13 de julho de 1985. Nessa ocasião, o cantor e baterista Phil Collins propôs que a data fosse lembrada como Dia Mundial do Rock.

Até hoje, o Rock n' Roll tem grande influência na sociedade e bandas e cantores do ritmo, como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Queen, Rolling Stones, Scorpions, U2, The Beatles, Phil Collins e Black Sabbath, são lembrados.

Veja também

Em homenagem à data, o músico e professor Vinicius Gomes conversou com o Papo de Mãe sobre a influência do Rock em sua carreira, além de relatar como é dar aula para crianças e ser parte da formação cultural delas. 

"Quando eu falo de música ou penso em música, eu vejo a arte de combinar sons, com várias ramificações, sinto o Rock como uma delas".

Além disso, Vinicius reforça a ideia de o Rock ser um grito de liberdade, com força de expressão, e que passa por vários momentos históricos da humanidade.

"No Brasil, vemos os movimentos contra a ditadura e, apesar de na época os artistas brasileiros não quererem assumir a influência do Rock, era bem claro que aquilo era uma atitude Rock n' Roll, a luta pela liberdade, paz e amor".

O músico conta que não tem dúvidas da influência do Rock, tanto na sua formação, quanto atualmente.

"Eu sou suspeito pra falar sobre o assunto, gosto muito de música. O que eu acho legal ressaltar é o momento pessoal de cada um no Rock, tem dias que a gente acorda meio Nirvana, outros mais Beatles ou, sei lá, Frank Zappa, sem esquecer do nosso querido Raul. O que eu poderia resumir é que o Rock faz parte da gente". 

Sobre o trabalho como professor, Vinicius Gomes explica que a música é um universo de possibilidades e é uma responsabilidade enorme dar aulas e ensinar Rock n' Roll. 

"Eu gosto de trabalhar um Rock que tenha alguma história legal, dependendo do caso com algum contexto histórico. Tento desenvolver nos alunos a sede pela música, alguns acabam mergulhando e o mais incrível é que eu aprendo muito com eles, isso é muito gratificante", conclui o músico e professor Vinicius Gomes. 

*Maria Cunha é repórter do Papo de Mãe

Assista ao Papo de Mãe sobre musicalidade

DiversosEducaçãoEntrevistas