Papo de Mãe
Papo de Mãe
» SAÚDE E BEM-ESTAR

Cuidados com recém-nascido no frio: o que fazer para proteger o bebê das baixas temperaturas?

Conversamos com a pediatra neonatologista Michele Jordan Faleiros e tiramos as principais dúvidas das mamães e dos papais que estão se preocupando com o frio

Redação Papo de Mãe* Publicado em 03/08/2021, às 17h44

É preciso manter o neném aquecido
É preciso manter o neném aquecido

Milhares de pais e cuidadores estão preocupados com a frente fria que assola as regiões do sul e sudeste do Brasil. E não é por menos, o frio é um perigo para os pequenos, principalmente os recém-nascidos, que ainda não criaram um sistema imunológico forte o bastante para encarar uma gripe ou resfriado. Com isso fica a dúvida: como proteger os bebês?

O Papo de Mãe conversou com Michele Jordan Faleiros, pediatra neonatologista do Hospital Universitário da USP, para entender quais as melhores saídas para quem não tem aquecedor dentro de casa, e também para as mamães que precisam amamentar os filhos durante a madrugada – período em que as temperaturas caem mais ainda.

Segundo a pediatra, uma dúvida muito comum entre as mães é em relação a quantidade de roupa do recém-nascido. Como saber qual é a quantidade  ideal para manter o bebê quentinho? Ainda de acordo com a especialista, colocar roupa demais pode até ser prejudicial, por isso, é preciso ter cuidado.

Veja também:

"O que a gente recomenda é que o bebê tenha sempre uma camada de roupa a mais do que nós adultos, para se sentir confortável. Por exemplo: se estamos usando apenas uma camiseta, o bebê deve estar com um body de manga longa. Se estamos com duas camadas de roupa, o ideal é que a criança esteja com um body, uma calça, um macacão quentinho e embrulhadinho em uma coberta e assim sucessivamente", explica.

Já quando se trata da melhor maneira de manter a temperatura do recém-nascido, o bom e velho contato pele a pele é sempre o mais recomendável. "Até mesmo tirar a roupa do bebê e colocar ele em contato com a pele da mãe, os dois se protegendo com uma coberta, é claro". Quanto menor for a criança, mais o contato corporal é importante para manter a temperatura, ressalta a especialista. "Funciona como uma fonte a mais de calor".

Durante a hora do sono, a pediatra neonatologista destaca a importância do bebê dormir no berço, e não na cama dos pais. Segundo ela, isso diminui os riscos de acidentes. "Dê preferencia a uma roupa mais quente ou até um saco de dormir, em vez de embrulhar a criança em uma série de cobertas. Ao longo da noite ela pode se mexer e se os cobertores se deslocarem, também podem causar sufocação. É preciso ter cuidado", alerta.

Ambientação do quarto

bebê no frio
Os cuidados no frio

Nem todo mundo tem ou pode ter um aquecedor no quarto do bebê, não é mesmo? No entanto, a Dra. Michele Jordan Faleiros compartilha algumas dicas valiosas para manter o quartinho em uma temperatura agradável e segura.

  • Deixe bater o sol durante o dia;
  • Tenha uma fonte de umidificação ou uma bacia com água e toalha úmida;
  • Opte por tapete e cortinas para manter o quarto mais quente e aconchegante;
  • Coloque protetor de fresta na porta para evitar a corrente de ar.

Uma observação importante para esta época do ano é que além das baixas temperaturas, é preciso ficar atento ao ar seco, que também é prejudicial para a saúde do bebê.

O ar costuma ficar muito seco, por isso tente aumentar a taxa de umidade no ar. Isso facilita a respiração da criança e diminui a chance de ter infecções respiratórios, que são comuns", explica.

Higienização 

A pediatra neonatologista afirma que algumas recomendações que vieram à tona com a pandemia da Covid-19 devem ficar para os próximos anos, principalmente em épocas do inverno. 

Segundo ela, os pais devem evitar levar bebês com menos de 2 meses de vida a locais aglomerados e precisam ter outros cuidados. "O ideal é que quem tiver com algum sintoma gripal não entre em contato com a criança. Se é a mãe que está resfriada, ela deve usar máscara de proteção e intensificar o cuidado com a higienização das mãos", completa.

Hora do banho

hora do banho no frio
Calma, o momento do banho não deve ser tão temido!

Com as baixas temperaturas muitos papais e mamães se preocupam com a hora do banho, quando o bebê fica mais exposto e totalmente vulnerável à temperatura. Entretanto, não é um bicho de sete cabeças.

  • Deixe para dar banho no horário mais quente do dia;

  • De preferência a dar banho no quarto, ou seja, leve a banheira pro quarto e feche bem as portas e janelas. O banheiro costuma ser mais frio!

  • Tome cuidado com a água muito quente.

"Os pais geralmente querem deixar a água muito quente e aí acabam queimando o bebê. A recomendação deve ser a mesma: meça a temperatura no punho ou na palma da mão, essas são as regiões mais sensíveis do corpo. Se está agradável, está adequada para o bebê", finaliza.


Acompanhe o Papo de Mãe também no youtube e se inscreva no canal:

Papo de Mãe está nas redes sociais! Confira:

Instagram

Facebook

Twitter

BebêHomeNotíciasSaúde