Papo de Mãe
Papo de Mãe
» FALAR DA MORTE

Como lidar com as perdas e como falar com crianças e adolescentes sobre isso?

A colunista Stella Azulay fala da sua experiência recente com a morte do avô, que estava com 96 anos

Redação Papo de Mãe Publicado em 16/06/2021, às 06h00

Stella Azulay é colunista do Papo de Mãe
Stella Azulay é colunista do Papo de Mãe

Stella Azulay, da Escola de Pais XD e Escola de Adolescentes XD,  explica que é importante falar sobre a morte para ensinar nossos filhos e filhas a encontrar recursos para lidar com as perdas, principalmente com o falecimento de pessoas que amamos.

Ainda mais em meio a esta pandemia, fica difícil fugir deste assunto. E é necessário falar inclusive com as crianças, de acordo com a idade.

Stella conta que recentemente perdeu o avô dela, que tinha 96 anos. Como ele estava doente, com pneumonia, houve um processo de despedida.

Assista ao vídeo da Stella Azulay falando sobre como lidar com a morte

Veja também

Emocionada, Stella conta do momento da morte do avô, que aconteceu na casa dela, em meio ao amor e ao afeto da família, netos e bisnetos. Foi um momento de união de todos e de falar sobre o legado que ficaria daquela pessoa querida que estava partindo. Um homem que lutou na 2a guerra para salvar muitas vidas.

Em alguns momentos, ela se questionou sobre ter envolvido as crianças naquele momento e concluiu que para os filhos foi algo natural: "A morte faz parte da vida, é a única certeza que nós temos e as crianças precisam saber sobre este fim, ou recomeço, dependendo da crença de cada um. É preciso tratar com naturalidade para encarar as perdas", diz Stella Azulay - e finaliza:

"As pessoas podem se tornar imortais a partir do legado deixado e dos vínculos criados".

Stella Azulay