Papo de Mãe
Papo de Mãe

Câncer de útero e a queda de exames preventivos na pandemia

Recentemente a apresentadora Fátima Bernardes fez um comunicado de forma pública em suas redes sociais sobre o câncer de útero, que ela operou há alguns dias. 

Roberta Manreza Publicado em 12/12/2020, às 00h00 - Atualizado às 11h26

None
12 de dezembro de 2020


Os cânceresginecológicos matam uma mulher por hora no Brasil.

Recentemente a apresentadora Fátima Bernardes fez um comunicado de forma pública em suas redes sociais sobre o câncer de útero, que ela operou há alguns dias.

“Como sempre usei minhas redes com total franqueza e verdade, preferi eu mesma passar essa informação para todos que me acompanham”.

Os cânceresginecológicos matam uma mulher por hora no Brasil segundo o INC e apesar de alguns se manifestarem de forma silenciosa como o do útero (endométrio) e ovários, outros podem ser mais facilmente prevenidos como o do colo do útero, vulva e mama (apesar de não ser genital é diagnosticado pelo ginecologista). 

O câncer do endométrio, tecido que é descamado na menstruação todo mês na menstruação e serve como cama” do bebê representa 3-5% dos canceres ginecológicos e deve atingir cerca de 7 mil mulheres por ano no Brasil. Está muito relacionado com obesidade e novamente atinge mulheres acima dos 50 anos. Sendo o sangramento vaginal após a menopausa um grande sinal de alerta, mas o ultrassom transvaginal pode também achar sinais sugestivos da doença. 

A pandemia fez com que muitas mulheres não realizassem seus exames preventivos de rotina é isso certamente vai impactar muito nos números de casos que teremos em 2021. Muito provavelmente teremos grande número de casos oncológicos decorrentes da falta de acesso aos exames de rotina. 

Apesar da idade da Fátima (58anos) ser um fator de maior cuidado, nãosó as mulheres na menopausa podem ter câncerginecológico, mas as jovens também tem risco.

Fiquem atentas aos seguintes sinais:

1️⃣ sangramento vaginal anormal

2️⃣ crises repetidas de dor pélvica abaixo do umbigo não relacionadas à menstruação

3️⃣ inchaçoinexplicável abdominal

4️⃣ feridas, bolhas ou caroços

5️⃣ perda de peso rápido e inexplicado

Os exames de rotina como Papanicolaucolposcopia, mamografia e ultrassonografias pélvicas e mamas sãoótimas formas de prevenção, mas sem auxílio de um médico pouco podem ajudar. O exame sempre seráimprescindível.

Procurem seus médicos e façam exames de rotina. A pandemia ainda irá durar muito e sua saúdenão pode esperar mais!

Dr.Vamberto Maia – Ginecologista e obstetra na Clínica Mãe

Possui graduação em medicina pela Universidade Federal de Pernambuco (2001). Realizou residência médica em Ginecologia e Obstetrícia (2004) e em Reprodução Humana (2005) pelo Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP). Possui título de especialista em Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO/TEGO – 2004) e em endoscopia ginecológica (FEBRASGO -2005). Atualmente é sócio do grupo MAE (Medicina e Atendimento Especializado). Médico do setor de Ginecologia-Endócrina da UNIFESP com ênfase no ensino com linha de pesquisa em implantação embrionária. Responsável pelo ambulatório de hirsutismo do setor de Ginecologia-Endócrina da UNIFESP. Doutor pela UNIFESP. Membro da Sociedade Brasileira deReproduçãoHumana. Membro da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva – ASRM. Membro da Sociedade Européia de Reprodução Humana – ESHRE.  

Instagram: @maemedicina e @vambertomaia

Site: https://www.clinicamae.med.br/




DestaquesDicasDiversosMãe / PaiHomeNotíciasSaúde