Papo de Mãe
Papo de Mãe
» OFICINA LITERÁRIA

Bibliotecas públicas oferecem oficinas de literatura e escrita literária

Com início em junho, as atividades acontecem virtualmente e têm como objetivo estimular a reflexão e a produção literária

Carolina Novaes* Publicado em 02/06/2021, às 13h22

A biblioteca estadual Parque Vila Lobos, em São Paulo
A biblioteca estadual Parque Vila Lobos, em São Paulo - Foto: secretaria de infraestrutura e meio ambiente

Com uma programação totalmente on-line, as Bibliotecas de São Paulo, no Parque da Juventude, e Parque Villa-Lobos, terão vagas limitadas e preenchidas por ordem de inscrição para produção literária durante o mês de junho.

A Oficina de Escrita Criativa: Crônica, da Biblioteca de São Paulo, acontece nos dias 8 e 10 de junho, das 14h às 17h. Com dois encontros ministrados pela professora Silvana Salerno, que é escritora, editora, jornalista e arte-educadora formada pela ECA e FFLCH (USP), contará com uma contextualização de textos de Machado de Assis aos contemporâneos, utilizando técnicas de humor, crítica, sátira, fluência, lirismo, leveza e o elemento surpresa. Indicado para pessoas a partir de 14 anos. 

Leia também 

Já o Curso de Narração de Histórias, contemplado no ProAC Editais - programa de fomento do Governo de São Paulo - e idealizado pela Arte Despertar em parceria com a Biblioteca de São Paulo, com nove aulas, acontece nos dias 15, 16, 17, 18, 22, 23, 24, 25 e 29 de junho, das 10h30 às 12h30. Indicado para pessoas a partir de 16 anos. 

Na Oficina Poesia e Artes Visuais: Diálogos criativos, da Biblioteca Parque Villa-Lobos, é proposto aos participantes uma série de exercícios de criação de poemas em diálogo com pinturas, gravuras, desenhos e esculturas, revelando novas possibilidades de criação poética, para além do diálogo com textos literários e com formas já conhecidas de poesia. Indicado para pessoas a partir de 16 anos. Acontece em três encontros de 15 a 17 de junho, das 14h às 17h. 

A Oficina Indianismos na Literatura Brasileira, da Biblioteca Parque Villa-Lobos, estimula a produção de textos críticos por meio da troca de experiências e leituras, levando os participantes a novas perspectivas e reflexões sobre as representações do indígena na literatura brasileira. Os textos e materiais abordados funcionarão como estímulo a um ensaio/texto crítico ao final da oficina. Indicado para pessoas a partir de 15 anos, acontece aos sábados (5, 12, 19 e 26 de junho), das 10h às 13h. 

Por fim,  a programação conta com um Clube de Leitura Virtual propondo discussões detalhadas da história com os leitores das obras selecionadas. No dia 18, das 15h às 17h, na Biblioteca de São Paulo a obra escolhida é Rio Acima, de Pedro Cesarino. Enquanto na Biblioteca Parque Villa-Lobos será no dia 25, das 15h às 17h, com Boa noite, Amazona, de Manoel Herzog. Os primeiros inscritos receberão instruções para realizar o download dos livros gratuitamente. 

As inscrições acontecem no site. 

*Carolina Novaes é repórter do Papo de Mãe

Confira o programa do Papo de Mãe sobre criatividade e leitura

DesenvolvimentoDicasDiversãoEducaçãoAdolescente