Papo de Mãe
Papo de Mãe

Astrologia: um guia para entender as crianças – por Sílvia Bacci

pmadmin Publicado em 28/02/2012, às 00h00 - Atualizado em 19/09/2014, às 19h36

None
28 de fevereiro de 2012


Agora sim, pessoal, vamos dar início às postagens sobre o tema da semana: MÃES ALTERNATIVAS. A nossa convidada Sílvia Bacci, que é astróloga, mandou este texto para a gente. Muito interessante, confiram!!!

Astrologia: um guia para entender as criançasPor Sílvia Bacci*Já que as crianças não vêm com manual de instruções é preciso tentar decifrá-las, desde cedo. Esta não é uma tarefa simples. Não dá para tratar um filho da mesma forma que o outro, esperando que eles reajam do mesmo jeito. Ouvir opiniões de amigos e especialistas é interessante, mas não existe uma fórmula pronta para compreender e educar, já que cada ser humano é único. Foi justamente esta individualidade, este algo especial que cada um tem e que o diferencia, que me motivou a fazer a especialização em Astrologia da Criança. Isto mudou o rumo da minha carreira como astróloga, permitindo-me entender melhor as dinâmicas familiares. O mapa astral infantil é literalmente um roteiro, um guia para que se possa “interpretar a cabecinha” dos pequenos. É um estudo elaborado a partir da data, horário e da cidade de nascimento da criança. Os temas abordados interessam bastante aos pais e educadores: o temperamento, as reações, os medos, a forma de raciocinar, os pontos de somatização que abalam a saúde e o jeito como a criança encara os pais e os irmãos, entre outros. É possível identificar potenciais, amenizar conflitos familiares e definir o tipo de escola mais adequado, por exemplo.O conhecimento da astrologia permiteao adulto colocar-se no lugar da criança e respeitar suas inclinações individuais. Os astros indicam caminhosEnzo é tão responsável que às vezes parece “carregar o mundo nas costas”. (Saturno na casa 1)Giovanna tem tanta iniciativa que se torna autoritária com as outras crianças. (Marte em Leão)Bruno gosta de comer, mas logo no começo da refeição, já perde o interesse. (Lua em Áries)Como lidar com estas crianças? O que as leva a ser assim? Até que ponto é válido tentar modificá-las? Para educar é preciso utilizar o conceito da tolerância. Tolerar não significa permitir tudo o que a criança quer fazer, mas reconhecer como ela é e, a partir disto, estabelecer com ela uma relação mais verdadeira.Uma criança como o Enzo, com o planeta Saturno na primeira casa do mapa astral, costuma levar tudo muito a sério. Então, a forma de chamar sua atenção nunca pode ser excessivamente severa, pois ele já tende a ser bastante duro consigo mesmo e sofre por causa disto. Já a Giovanna, com o planeta Marte no signo de Leão, precisa ser orientada para exercer sua autoridade de um jeito saudável, e não ser repreendida, pois ela é realmente uma líder.O Bruno, que tem a Lua no signo de Áries, vai necessitar de mais estímulo, criatividade e atrativos em suas refeições do que as outras crianças, pois tem pouca paciência para se alimentar e quer mudar rapidamente de atividade. A Astrologia da Criança é um valioso recurso para o entendimento em família. Antes de pensar em modificar seu filho, vale a pena entender quem ele verdadeiramente é.*Sílvia Bacci é astróloga e terapeuta. Interpreta mapas astrais para adultos e crianças. Participou do Programa Papo de Mãe sobre Mães Alternativas exibido em 26.02.2012. Contatos: bacci@uol.com.br


Diversos