Papo de Mãe
Papo de Mãe
» ALIMENTAÇÃO E SAÚDE

Alimentos que ajudam no sono dos brasileirinhos e o impacto dos hábitos alimentares durante a amamentação

Você sabia que a alimentação da mãe que amamenta pode interferir na qualidade do sono do bebê? Veja a orientação da nutricionista Micheane Cruz

Micheane Cruz* Publicado em 20/08/2021, às 07h00

A alimentação da mãe que amamenta pode interferir no sono do bebê
A alimentação da mãe que amamenta pode interferir no sono do bebê
Oferecido por:


O sono é essencial para o desenvolvimento infantil e possui vários papéis importantes no nosso organismo, assim como a alimentação. Ao longo do desenvolvimento infantil, esse sono passa por algumas mudanças, como o número de horas necessárias para o sono noturno e diminuição do sono diurno, entre outros.

A alimentação da mãe pode contribuir de forma positiva e negativa na rotina de dormir da criança e do bebê. Um bebê que está sendo amamentado exclusivamente via Leite Materno e que possui alguma alteração no sono, a mãe precisa ficar atenta a sua própria alimentação, pois pode ser um dos fatores que esteja causando essa mudança. É bom evitar alimentos ricos em cafeína como o café, chá verde, chá preto, chá mate, bebidas alcóolicas, alimentos industrializados ricos em açúcares, gorduras trans, aromatizantes, pois essas substâncias impactam de forma negativa no sono do bebê, podendo causar irritação, choros, agitação, cólica no bebê e até atrapalhar na formação do paladar.

Veja também

Para melhorar o sono dos bebês que são amamentados via Leite Materno, a mãe pode aumentar o consumo diário de alguns alimentos que são ricos em Triptofano, um aminoácido que ajuda na produção da serotonina, um neurotransmissor conhecido como o hormônio do bem-estar.

Alguns alimentos ricos em triptofano que a mãe que está amamentando pode incluir na sua rotina alimentar diariamente, assim como crianças maiores, são:

  • Grãos integrais: arroz integral, feijão, grão de bico, lentilha, entre outros;
  • Aveia;
  • Ovo;
  • Banana;
  • Nozes;
  • Vegetais verde-escuras: couve, espinafre, agrião, escarola, rúcula, alface, entre outros;
  • Chá de camomila;
  • Peito de frango;
  • Semente de abóbora;
  • Atum;
  • Chocolate meio amargo.

Esses alimentos podem ser incluídos numa rotina alimentar saudável tanto da mãe que está amamentando o bebê quanto de crianças maiores de 1 ano. Caso o bebê/criança ainda possua algum distúrbio do sono, é importante procurar ajuda de um profissional especializado.

Micheane
A nutricionista Micheane Cruz

*Micheane Cruz, Nutricionista Infantil Comportamental (CRN3: 48496) e adepta à Disciplina Positiva na Alim

**O Programa Nestlé por Crianças Mais Saudáveis é uma iniciativa global da Nestlé, que assumiu o compromisso de ajudar 50 milhões de crianças a serem mais saudáveis até 2030 no mundo todo. Desde 1999 foram beneficiadas mais de 3 milhões de crianças no Brasil. 

Com o lema “muda que elas mudam”, a partir de uma plataforma de conteúdo, o programa estimula famílias a adotarem hábitos mais saudáveis e ainda promove um prêmio nacional que ajuda a transformar a realidade de 10 escolas públicas por ano com reformas e mentorias pedagógicas. 

Conheça mais no site do programa

Nestlé por crianças mais saudáveis