Papo de Mãe
Papo de Mãe
» SEGURANÇA INFANTIL

7 cuidados que evitam acidentes com crianças no inverno

Quando esfria na maior parte do país, pais e mães precisam ficar atentos a alguns cuidados necessários para não colocar em perigo as crianças pequenas

Erika Tonelli* Publicado em 13/07/2021, às 07h00

Prevenção salva vidas
Prevenção salva vidas

O inverno chegou e com os dias mais frios, manter as crianças aquecidas e protegidas deve ser uma prioridade de pais e responsáveis. Entre as recomendações estão o oferecimento de alimentos e bebidas quentes, caprichar nos agasalhos e, como as temperaturas estão mais baixas, redobrar os cuidados com a segurança se optar por atividades dentro de casa.

Todas essas iniciativas são ótimas, mas você sabia que se algumas medidas simples não forem tomadas, o que poderia deixar as crianças quentinhas pode aumentar o risco de acidentes? Confira as orientações de prevenção:

  1. Atenção com a hora de dormir: nos dias frios, prefira agasalhar o bebê com roupas mais quentes ao invés de usar cobertores para aquecê-lo, pois isso pode acabar superaquecendo a criança ou até mesmo sufocando-a. Vale uma dica: uma camada de roupa a mais do que um adulto está usando é suficiente para mantê-lo aquecido. E, lembre-se: os bebês devem dormir de barriga para cima. Mais dicas para a hora do soninho, veja aqui! 

  2. Cuidado com a temperatura da água: tomar um banho bem quentinho ajuda a aquecer o corpo, mas atenção com os pequenos. A pele das crianças é mais fina e delicada do que a de um adulto, por isso verifique se a temperatura da água não está muito quente para evitar queimadura. Em banheiras, mova a mão por toda a sua extensão para ter certeza de que não há nenhum ponto muito quente. 

  3. Agasalhos e acessórios também podem provocar acidentes: na hora de brincar, é preciso prestar atenção em alguns detalhes das vestimentas que podem provocar acidentes, como os cordões de capuz e cachecóis. A recomendação é para que cordões não tenham mais que 5 cm de comprimento e que cachecóis sejam retirados quando a criança for brincar. Essas duas medidas são para evitar estrangulamento e para que eles não as façam tropeçar ou fiquem enganchadas em algum lugar. 

  4. Mantenha alimentos e bebidas quentes longe do alcance das crianças: para se aquecer em um dia frio, uma alimentação quentinha é uma boa pedida. Mas, para evitar que os pequenos acabem se queimando é importante nunca tomar bebidas quentes enquanto segura uma criança no colo. Em um momento de descuido, o líquido pode acabar caindo sobre ela e provocando sérias feridas. 

  5. Muita atenção com fontes de calor: não permita que crianças acendam ou apaguem o fogo da lareira, ou liguem e desliguem aquecedores. Assim, protegemos as crianças do risco de choque e queimaduras. 

  6. Mantenha os ambientes da casa seguros: com as crianças brincando mais dentro de casa, é importante passar um pente fino em cada cômodo e checar se é preciso fazer alguma adaptação para prevenir acidentes domésticos. O passo a passo para uma casa mais segura, você encontra aqui! 

  7. Cuidado no passeio de carro: atenção na hora de vestir as crianças com roupas muito grossas ou acolchoadas, pois esses materiais podem ser comprimidos num acidente, o que deixaria o cinto de segurança da cadeirinha frouxo e comprometeria a segurança dos pequenos. Prefira usar uma coberta por cima.

Veja também

Vale lembrar que no inverno os passeios ao ar livre são recomendados, assim como garantir a ventilação dentro de casa. Apenas precisamos redobrar os cuidados na proteção térmica das crianças e na escolha de espaços seguros. Em tempos de pandemia de COVID-19, não se esqueça das medidas preventivas nos ambientes externos, como o uso de máscara (para maiores de 2 anos), a higienização das mãos e de manter o distanciamento.

*Erika Tonelli é coordenadora geral do Instituto Bem Cuidar, braço de conhecimento da Aldeias Infantis SOS Brasil e responsável pela continuidade do legado da ONG Criança Segura

Assista ao Papo de Mãe sobre primeiros socorros

ColunistasErika TonelliSegurança Infantil