Papo de Mãe
Papo de Mãe
» VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

21 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres começa hoje

Saiba sobre a programação dos 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres no Brasil. A ação mundial começa dia 25 e dura 16 dias. Entenda

Fernanda Fernandes* Publicado em 20/11/2021, às 07h00

A live do Instituto avon será dia 22 de novembro
A live do Instituto avon será dia 22 de novembro

A partir deste dia 20 de novembro se iniciam mobilizações em prol da luta pelo fim da violência contra as mulheres.

Criada em 1991, por 23 feministas de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), a iniciativa visa trazer o assunto “violência contra as mulheres” à tona, mostrando a importância da discussão e de lutar pelos direitos de meninas e mulheres.

Internacionalmente a ação é conhecida como “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”, tendo início no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher, e o encerramento das reinvindicações no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Assista entrevista de Mariana Kotscho com Maria da Penha

Mas no Brasil, são 21 dias de ativismo. Por conta do Dia da Consciência Negra, a luta começa no dia 20 de novembro, com o objetivo de trazer o foco para a dupla discriminação sofrida pela mulher negra. Já o encerramento, como no resto do mundo é realizado no dia 10 de dezembro.

Neste ano, assim como nos anteriores, pessoas, instituições, coletivos e organizações realizarão atividades e manifestações em prol dos direitos de todas as mulheres.

Veja algumas das ações que ocorrerão durante esses 21 dias

Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil convoca toda a sociedade a se unir no dia 5 de dezembro, às 09h (horário de Brasília) para uma grande mobilização que colocará nas ruas a voz uníssona de todas as pessoas, pedindo um basta aos índices vergonhosos da violência contra a mulher.

O Instituto afirma que "Não podemos mais aceitar que uma mulher seja morta a cada duas horas”. E faz o convite para que todos participem, de camisa laranja, da Caminhada pelo Fim da Violência Contra as Mulheres e Meninas.

Instituto Avon

O Instituto Avon realizará muitos eventos durante os 21 dias de ativismo, abordando assuntos muitos importantes em formatos variados.

Entre as ações, uma das mais diferentes é a transmissão da peça teatral “Cartas da prisão”, que aborda temas como: violência doméstica e relacionamentos abusivos.

A peça que teve sua primeira sessão no dia 8 de novembro, pode ser assistida até o dia 1 de dezembro, tento sessões as segundas, terças e quartas, às 20h, no Canal do Youtube Projeto À Meia Luz.

Já no dia 22 de novembro, às 15h, a Avon realizará uma live em especial ao Dia da Consciência Negra. Com participação da jornalista Flávia Oliveira e outros convidados, a discussão abordará um tema de fundamental importância: "Uma década com mais consciência: por mais reconhecimento, desenvolvimento e justiça para os afrodescendentes". 

Outra ação super legal, será à noite de Entrega do Prêmio Inspiradoras 2021 - iniciativa que tem como missão pesquisar, reconhecer e dar maior visibilidade a mulheres que se destacam na luta para transformar a vida das brasileiras- no dia 23 de novembro.

No dia 24 de novembro, às 16h, acontecerá a 7ª edição do Fórum Fale Sem Medo -evento anual na causa do enfrentamento das violências contra as mulheres e meninas-, e nesse ano o tema será “Transformação em Tempos de Transição” e o Instituto Avon discutirá a violência real do mundo virtual.

A programação completa está disponível em www.forumfalesemmedo.com.br e a transmissão será no canal do YouTube do Instituto Avon.

Secretaria da Mulher

A Secretaria da Mulher, da Câmara dos Deputados, participa desde 2013 da Campanha Mundial “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher''.

Neste ano, a programação conta com muitas atividades, que ocorrerão do dia 18 de novembro, ao dia 10 de dezembro. Audiências, lançamentos, encontros e debates estão inclusos na agenda de 2021.

As atividades ocorrerão com parceria da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara e da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal.

Confira a programação completa no site da câmara

Outras ações

A União de Mulheres de São Paulo, as Promotoras Legais Populares, o projeto Maria Marias, a Rede Nacional de Mulheres Negras no Combate à Violência, em parceria com o Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, IBCCRIM, se mobilizará em torno da Campanha 21 dias de ativismo pelo Fim da Violência.

Os institutos e projetos relataram que, durante os 21 dias irão mobilizar encontros e materiais para divulgação de informação sobre diversos temas do enfrentamento à violência, visando promover os debates e a difusão de conhecimentos a partir da educação popular em direitos.

Eles afirmam que é urgente ampliar os debates e as mobilizações em torno das pautas antiviolência em um país marcado pelo racismo, machismo, LGBTQIA+fobia, transfobia, capacitismo, e em um contexto de ameaça de retirada de direitos mínimos de proteção às mulheres em situação de violência e de prevenção às violências.

Abaixo seguem os temas das publicações e as ações que serão realizados a partir do dia 20 de novembro

  • 20 de novembro: Dia Nacional da Consciência Negra
  • 25 de novembro: Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher
  • 01 de dezembro: Dia Mundial de Combate à Aids
  • 04 de dezembro: evento de celebração dos 40 anos da União de Mulheres do Município de São Paulo
  • 06 de dezembro: manifestação do Laço Branco
  • 08 de dezembro: evento Maria Marias e IBCCRIM: Pandemia e Violência de Gênero
  • 10 de dezembro: dia Internacional da Declaração dos Direitos Humanos

Veja também

*Fernanda Fernandes é repórter do Papo de Mãe

Direitos da mulher