O Portal
da Vida em Família
06/03/2021

Preciso desmamar o bebê para tomar a vacina contra a COVID-19?

Compartilhe a matéria



A segurança e eficácia das vacinas em gestantes e lactantes

Por Ana Laura Kawasaka, 



Essa semana ouvi de uma lactante “Vou começar a dar mamadeira para o meu bebê para já acostumar e eu poder tomar a vacina!”. Imagino que essa seja uma preocupação de muitas mamães nesse momento, então vamos esclarecer alguns pontos?

Em primeiro lugar, não é recomendável que você desmame o seu bebê dessa forma. O aleitamento deve continuar sendo uma prioridade.



“Mas pode tomar a vacina se eu estiver amamentando?”

A segurança e eficácia das vacinas não foram avaliadas em gestantes e lactantes. Por enquanto temos apenas os dados dos testes em animais, que não demonstraram risco de malformações. Portanto, não é possível garantir que não haja riscos, embora seja provavelmente seguro. Mães que contraem a doença podem continuar amamentando, então é razoável inferir que seja também seguro tomar a vacina, embora ainda não seja possível afirmar com certeza.

Portanto, tomar ou não a vacina deve ser uma decisão pessoal de cada lactante, com base na relação risco-benefício. Converse com seu médico, com o pediatra da criança e avalie o quanto está exposta a pegar a doença e se tem fatores de risco que predisponham a evolução desfavorável com a doença. Uma mãe que está em casa, com pouco contato com outras pessoas com certeza tem risco menor do que uma mãe que trabalha na área da saúde.

“A mãe que toma a vacina pode passar anticorpos para o bebê?”

Ainda não temos essa informação. Isso será observado durante o processo de vacinação, com a continuidade dos estudos.



Independentemente de qual seja a decisão, as medidas de proteção como higiene das mãos, uso de máscaras e distanciamento social devem ser incentivadas e mantidas. Por enquanto os dados disponíveis nos mostram que a vacina pode reduzir internações e mortes mas não há certeza de que reduza a transmissão, portanto, é necessário que continuemos nos cuidando e protegendo nossos familiares.

*Ana Laura Kawasaka, mãe, cardiologista infantil e pediatra do Saúde4kids

Saúde4kids

Saúde4kids – O amor à medicina uniu as médicas: Fernanda, Rafaella e Ana. Além da vocação em servir aos pequenos, elas tinham outra certeza: precisavam ajudar as mamães. Perceberam que muitas estavam perdidas nesse caminho cheio de novidades e incertezas que é a maternidade e, na busca por informações, as mamães se perdiam ainda mais.

 

Veja também: 

Vacinação em adolescentes: a importância de manter a carteirinha em dia
Como montar um pratinho saudável para o seu bebê
Dicas para um verão leve com as crianças



Compartilhe a matéria

Tags: , , , , , ,