O Dia das Crianças deve ser comemorado com livros

 Por Zoara Failla, coordenadora da Pesquisa Retratos da Leitura, do Instituto Pró-Livro

 

Retrato das Crianças Leitoras

Descobrir que as crianças estão lendo mais e que 88% delas disseram que gostam de ler (muito: 46% ou um pouco: 42%) foi a melhor surpresa revelada pela 5ª edição da Retratos da Leitura no Brasil. Sem dúvida foi uma ótima e instigante descoberta.

Vemos tantas crianças em seus tablets e celulares acessando games e vídeos, que esperávamos uma redução no interesse pelos livros entre 05 e 10 anos.  Mas essa garotada nos surpreendeu em muitas das respostas.

Na internet, preferem os vídeos e os filmes (75%). Mas 44% das crianças também gostam de ler livros e 43% leem livros de literatura pelo menos uma vez por semana. Um pouco menos do que gibis (54%).

Outra boa transgressão às nossas crenças foi descobrir que, em cada dez crianças, cinco preferem os livros em papel, três dizem que tanto faz (papel ou digital) e menos de duas preferem o livro digital.

Essas revelações mostram que, em razão das nossas crenças ou representações equivocadas sobre o interesse da garotada, podemos estar afastando as crianças dos livros.

Muitos pais presenteiam seus filhos com games e celulares, em especial, quando têm poder aquisitivo que possibilite essas opções. Sem dúvida as crianças ficam fascinadas por esses aparelhos. Um game ou um vídeo distraem, principalmente, em ambientes ou em momentos em que esperamos que as crianças fiquem “quietas” e comportadas. Mas o que esses jogos despertam ou promovem como habilidades, ou, quais emoções despertam? Um especialista pode nos ajudar a analisar melhor que habilidades eles desenvolvem, mas arrisco dizer que qualquer jogo, mesmo os digitais, despertam a vontade de ganhar, vencer, ser melhor…  Muita adrenalina e estímulos visuais e sonoros. Talvez expliquem, em muitos casos, ansiedades. Já uma história infantil desperta fantasias, imaginação, encantamento, empatia.

Difícil escolha? Pensem em qual semente querem plantar.

Ah! Uma dica: 38% das crianças disseram que escolhem o livro pela capa.

Mas, certamente, irão amar e guardar o livro que você escolheu. Ninguém esquece quem despertou seu encantamento pelos livros.